Hoteleiros de NY: "Airbnb auxilia terrorismo"; veja vídeo

|

Em campanha publicitária, a Associação Hoteleira de Nova York acusou o Airbnb de apoiar o terrorismo indiretamente e representar uma ameaça à segurança pública.

O vídeo prepara o cenário para o medo. A associação alega que o responsável pelo atentado em Manchester, Salman Abedi, se hospedou em uma propriedade listada na plataforma durante a ocasião.

Indicativos de que Nova York é o alvo número um de terroristas, citações da polícia nova-iorquina e o fato de que há cerca de 40 mil propriedades na cidade listadas no Airbnb também fazem parte do comercial. Veja abaixo:



Um feed de notícias negativas sobre a plataforma também é mantido pela associação em seu site.

AIRBNB RESPONDE
“O fato é que a Airbnb não teve nada a ver com os trágicos eventos em Manchester e somos uma das únicas empresas de hospedagem que executa verificações de antecedentes em todos os residentes dos Estados Unidos, tanto os anfitriões quanto os convidados”, disse o secretário de imprensa da plataforma, Peter Schottenfels, em entrevista ao NY Daily News.

A Airbnb lançou seu comercial rebatendo os hoteleiros. Schottenfels informou também que serão gastos US$ 500 mil para divulgá-lo na TV e on-line. O vídeo é acompanhado pela seguinte mensagem:

Enquanto os hotéis lançam ataques xenófobos desesperados, em uma tentativa de proteger sua capacidade de preço, os anfitriões da Airbnb representam o que há de melhor em Nova York: famílias trabalhadoras que abrem suas casas aos viajantes e são capazes de ganhar um dinheiro extra para continuar nos bairros que amam.

Veja o comercial da Airbnb abaixo.



*Fonte: Tech Crunch

conteúdo original: http://tcrn.ch/2wAIw1N
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA