DISTRIBUIÇÃO

Intercontinental SP foca ações culturais em "novo momento"

Aproveitando o embalo cultural e de lazer que povoa a região da Avenida PAulista com mais intensidade recentemente, o Intercontinental São Paulo, hotel do IHG bem próximo ao local, vem intensificando ações para trazer para dentro do hotel mais visitantes paulistanos.

Emerson Souza
Gabriela Alves
Gabriela Alves

Contratada no início do mês passado para ser a nova diretora de Vendas e Marketing do empreendimento, Gabriela Alves explica que a ideia é não só trazer mais hóspedes, mas incentivar a visitação dos próprios cidadãos. "Queremos ser mais próximos da sociedade paulistana, trazer esse tráfego intenso do nosso entorno para dentro do hotel", disse Gabriela, durante o primeiro Commercial Exchange promovido pela INtercontinental Hotels Group na semana passada.

Ações como a revitalização do Salão das Artes fazem parte desse processo, assim como o recebimento de exposições. A mais recente foi a Latinitudes, exposição do artista potiguar Demetrius Montenegro, que estreou no último dia 22.

A mobilidade é outro aspecto valorizado no novo momento do hotel, com o empréstimo de bicicletas aos hóspedes e parceria que promovem o transporte sustentável.

A
A "Paulista Aberta" aos domingos foi elogiada pela diretora do Intercontinental SP
O fechamento da Avenida Paulista para os carros aos domingos, privilegiando a circulação de pedestres e ciclistas e promovendo diversos eventos culturais, ajudou a viabilizar esse movimento do Intercontinental. "É fantástico. Fizemos parceria para promover eventos como a Pedalada Solidária [encontro de ciclistas organiado pelo Pedal Solidário com arrecadação de produtos para instituições beneficentes, que teve algumas edições partindo do Intercontinental SP], e queremos cada vez mais iniciativas para agregar mais pessoas", comenta a diretora de Vendas e Marketing.

BOM MOMENTO
Mesmo há pouco tempo no cargo, Gabriela Alves diz sentir a "mudança na estratégia" do Intercontinental São Paulo, que é refletida também em ocupação e um novo perfil de hóspedes: "temos conseguido trazer bons resultados em pouco tempo. Memso antes de eu chegar já havia acontecido essa revitalizada na equipe, e eue stou aproveitando esse astral todo", destaca.

Apesar disso, segundo ela, o hotel continua com foco contínuo no viajante e nos eventos corporativos, ainda que abra um leque de possibilidades para atrair outros perfis. "Em momentos como o atual não temos foco específico. Queremos um pouco de cada perfil, e esse mix vai dar o resultado que o hotel precisa".

Segundo a diretora, picos de ocupação ocorreram em agosto, chegando a uma taxa de 78%. Outubro está projetado em 70% e, se a recuperação em relação a um primeiro semestre difícil continuar, o Intercontinental São paulo pode fechar o ano com média próxima de 60% de ocupação.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA