EUA: Suprema Corte mantém restrição a 24 mil refugiados

|

Netto Moreira
Donald Trump,Estados unidos
Uma decisão de ontem (12) da Suprema Corte estadunidense reforçou a política de Donald Trump de vetar a chegada de refugiados de países considerados como de "potencial terrorista". O colegiado concordou com um pedido da administração Trump para negar uma decisão judicial anterior que permitiria a chegada de 24 mil refugiados aos Estados Unidos até o fim de outubro.

Como o banimento de viagens dos seis países (Irã, Líbia, Somalia, Sudão, Síria e Iêmen) para os Estados Unidos expira no fim de outubro, é difícil que, até lá, a situação seja revertida. No entanto, no dia 10 de outubro está marcada uma audiência para ouvir os motivos da administração Trump para a medida.

Até o momento, não foi dado um indicativo se o governo estadunidense irá renovar o banimento, expandir para outros países, ou até mesmo torná-lo permanente. As únicas exceções concedidas, então, foram para pessoas com "boas relações" comprovadas com entidades e pessoas dos Estados Unidos.


*Fonte: Skift

conteúdo original: http://bit.ly/2eUG3IK
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA