Movida registra plano de abertura de capital na bolsa

|

Dreamstime
O IPO poderá ser feito entre os meses de janeiro e fevereiro do ano que vem
O IPO poderá ser feito entre os meses de janeiro e fevereiro do ano que vem

A locadora de veículos Movida registrou hoje na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) seu plano para realizar uma oferta inicial de ações (IPO), informou o Portal Exame. A listagem será realizada no Novo Mercado, segmento de práticas de governança corporativa da BM&F Bovespa, e o prospecto ainda não traz informações sobre preços ou o número de ações a serem ofertadas.

A locadora poderá fazer seu IPO entre os meses de janeiro e fevereiro do ano que vem, tomando como base o desempenho financeiro referente ao terceiro trimestre desse ano, lembrando que de janeiro a setembro a Movida registrou receita líquida de R$ 1,4 bilhão, alta de 67,5% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

O acionista vendedor é o grupo JSL, proprietário da Movida, e os bancos coordenadores são o Bradesco BBI, Morgan Stanley, BTG Pactual, Santander, BB Investimentos, Credit Suisse e XP.

A oferta será primária, o que significa que os recursos provenientes do IPO irão para o caixa da empresa, a qual fará uso do montante levantado em sua oferta primária para suportar o plano de crescimento no mercado local, que e dará por meio do aumento de frota e abertura de novos pontos de atendimento. Além disso, parte dos recursos serão utilizados para o fortalecimento capital de giro da locadora.

Lembrando que na BM&F Bovespa já há uma empresa do setor de locação de veículos com ações listadas, a Localiza.


*Fonte: Exame

conteúdo original: http://abr.ai/2gYIkD3
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA