EUA ainda são principal mercado para o Brasil, diz estudo

|


As cidades mais visitadas pelos norte-americanos são Rio de Janeiro e São Paulo
As cidades mais visitadas pelos norte-americanos são Rio de Janeiro e São Paulo
Os Estados Unidos continuam sendo o principal mercado para o Brasil, com mais de 40% de participação nos negócios, de acordo com estudo feito pelo grupo Expedia durante 12 meses, até 31 de março deste ano.

As cidades com maior demanda de viajantes norte-americanos foram, principalmente, Rio de Janeiro e São Paulo, seguidas por Goiânia, Foz do Iguaçu (PR), e Brasília. Porém, em comparação com o Reino Unido e a Argentina (segundo e terceiro mercados mais importantes para o Brasil, respectivamente), os EUA têm o menor período de reserva, com uma média de quase 26 dias.

O estudo também mostra que os viajantes norte-americanos preferiram hotéis três estrelas no Brasil, com mais de 50% de participação nos negócios gerados nesse tipo de propriedade, mostrando também interesse por hotéis cinco estrelas, que representam a terceira maior participação nos negócios.

Já no que se refere ao Reino Unido, a pesquisa informou que houve uma queda de mais de 10% na demanda de viagens para o Brasil em comparação ao mesmo período do ano anterior. Devido ao longo voo para chegar ao País, não é surpresa que os clientes da Expedia no Reino Unido reservaram suas viagens com mais de 42 dias de antecedência do início das férias no período.

De forma semelhante aos norte-americanos, turistas do Reino Unido mostraram forte demanda para Rio de Janeiro e São Paulo, e preferem hotéis três estrelas para sua estadia no Brasil.

No caso da Argentina, os principais destinos brasileiros foram Rio de Janeiro, Foz do Iguaçu e São Paulo. Como o Reino Unido, a demanda de viagem de argentinos para o Brasil sofreu uma queda no período em relação ao ano anterior, mas esta foi de menos de 5%.

Turistas da Argentina fizeram suas reservas com antecedência de mais de 47 dias, quase o dobro de tempo que os visitantes dos Estados Unidos, e apesar de os argentinos preferirem opções de acomodação três estrelas, como os norte-americanos e britânicos, a segunda opção dos hermanos foi por propriedades duas estrelas durante o período.

Outros mercados que viajaram para o Brasil durante o período analisado pela pesquisa foram China, com quase 55% de crescimento, Suíça, com mais de 45% de crescimento, e Holanda, com crescimento de mais de 30% em comparação ao mesmo período do ano anterior. O estudo foi feito com o objetivo de entender os padrões de viagem de turistas internacionais, permitindo assim que os hotéis parceiros criem estratégias que atendam seus objetivos de venda ao longo do ano.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA