Brasil cai 24% na emissão aos EUA em 2016; veja dados

|


Divulgação Orlando Balloon Rides
Orlando é um dos principais destinos de brasileiros nos Estados Unidos
Orlando é um dos principais destinos de brasileiros nos Estados Unidos
As previsões se confirmaram, e o número de brasileiros em visita aos Estados Unidos no ano passado foi de 1.693.328, queda de 23,7% em relação a 2015.

Ainda assim o Brasil figura entre os dez maiores emissores ao destino norte-americano no ranking global, atrás de Canadá, México, Reino Unido, Japão, China, Alemanha e Coreia do Sul. O total de visitantes internacionais nos Estados Unidos em 2016 foi de 75.620.836, queda de 2,4% em relação ao ano anterior.

No âmbito sul-americano, temos quase o dobro do número enviado pela Argentina em 2016, de 906.496. Os vizinhos, no entanto, apresentaram alta de 14,5% em relação a 2015. O montante de brasileiros é resultado da soma de 434.461 no primeiro trimestre, 406.021 no segundo, 400.235 no terceiro e 452.611 no quatro trimestre do ano.

De acordo com estudo da Oxford Economics encomendado pela US Travel Association, 2017 terá uma queda de 0,1% no número de estrangeiros nos Estados Unidos, e o Brasil aparece com novos 23% de queda na projeção. Outros mercados também cairão este ano, segundo a previsão, mas bem menos, como o México (menos 4% de turistas), Reino Unido (6,1% de decréscimo), Irlanda (-1,5%), Espanha (-2,4%), Holanda (-2,4%), Austrália (-0,7%) e Oriente Médio em geral (-4,7%). Mercados promissores e já gigantes para os Estados Unidos, China e Índia devem crescer 8% cada.

Alguns consideram a estimativa conservadora para a queda geral (que seria de mais de 0,1%) e muito exagerada para o Brasil, que responde rápido à melhora da economia, pelo menos em termos de viagens. Esses últimos dados foram divulgados durante o IPW 2017.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA