Chile, Argentina e Peru: destinos em alta para MMTGapnet

|

Flickr.com-87518488@N00
Santiago, Chile
Santiago, Chile

Apesar de muitos brasileiros terem optado por viajar pelo País, a América do Sul segue na mira dos nossos viajantes. Com duração de viagens semelhante a de alguns destinos nacionais, a aposta da MMTGapnet, que realizou hoje uma capacitação com a temática, é na crescente procura de brasileiros por países sul-americanos.

Chile, Argentina e Peru. Os três países são os vizinhos mais buscados na operadora, informa o gerente de Produtos da América do Sul, Marcelo Lopes. Ainda segundo ele, com preços consideravelmente acessíveis e com média de quatro horas de viagens, os vizinhos são boas opções para o público.

CHILE
Janize Colaço
Matias Carrère, gerente comercial da CTS Turismo
Matias Carrère, gerente comercial da CTS Turismo
Apontado pela operadora como o principal país vizinho buscado, o Chile, para o gerente comercial da CTS Turismo, Matias Carrère, tem na diversidade de paisagens um dos principais atrativos. "Nós fornecemos exatamente aquilo que falta no Brasil", argumenta.

Ainda segundo Carrère, apesar da situação econômica do Brasil, o seu principal segmento turístico continua em alta: o Luxo. "Esse segmento não sofreu qualquer tipo de queda no Turismo chileno, muito pelo contrário. Apenas no último ano tivemos um crescimento de 95% na comparação com 2015", destaca.

ARGENTINA
Vendido como um destino europeu dentro das Américas, o país hermano não apenas fornece turistas ao Brasil. Seja para Buenos Aires, uma cidade portenha, ou Bariloche, com opções de esqui, a Argentina tem cada vez mais chamado a atenção de brasileiros.

"Para os próximos anos, o nosso objetivo é vender os demais destinos argentinos", afirma o capacitador do Instituto Nacional de Promoción Turística do país, Albano Garibaldi.

Janize Colaço
Milagros Koepke, assessora comercial do Mincetur
Milagros Koepke, assessora comercial do Mincetur
PERU

Tendo uma rica diversidade cultural. o país comemora o crescimento obtido nos últimos anos. "Mesmo com a situação econômica, a chegada de brasileiros cresceu cerca de 68% nos últimos cinco anos", aponta a assessora comercial do Mincetur, Milagros Koepke.

Com destinos já consolidados como Machu Picchu, Cusco e Lima, Milagros destaca que novos segmentos turísticos têm crescido no país e atraído mais visitantes. "Além da aventura, a moda e a gastronomia têm sido os principais motivos para as buscas brasileiras em nosso país", afirma a representante, que acredita na tendência positiva se estenda para os próximos anos.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA