OPERADORAS

Produtos da Visual serão distribuídos na rede CVC

Jhonatan Soares
Afonso Louro segue no comando da Visual Turismo
Afonso Louro segue no comando da Visual Turismo
Recém-incorporada à CVC Corp, controlada das empresas do Grupo CVC, a Visual Turismo foi citada pela primeira vez pelo presidente do conglomerado, Luiz Eduardo Falco. Em entrevista ao Portal PANROTAS, o dirigente revelou que o portfólio de viagens da operadora será compartilhado e distribuído pela rede de lojas CVC.

“Nós temos essa política de disponibilizar os produtos em todos os canais de venda, e isso acontecerá com a Visual também, mas sabemos que uma ação como esta não significa necessariamente um aumento de vendas. Um exemplo é a Experimento, que é distribuída nas lojas CVC, mas a maioria das vendas sai das 51 lojas da Experimento. Quem é especializado vende mais, sem dúvida”, explicou Falco, completando que algumas lojas da CVC que tinham público de intercâmbio trocaram de bandeira e hoje são Experimento. "O que importa é a conversão, a venda dedicada. Isso faz a diferença."

A Visual é descrita pela CVC Corp como uma operadora de lazer com produtos de nicho e requinte. No último resultado operacional da companhia, divulgado ontem (8), a operadora fundada por Afonso Louro contribuiu para o conglomerado superar os R$ 10 bilhões em vendas em 2017, mesmo não tendo seus resultados divulgados individualmente.

A Visual Turismo foi vendida para a CVC em novembro do ano passado, pelo valor de R$ 67,9 milhões (com outros R$ 17 milhões podendo ser resgatados pelo antigo dono, Afonso Louro, em quatro anos). A negociação não incluiu a e-HTL, operadora de hotéis da família.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA