Dilma Rousseff assina e IRRF cai de 25% para 6%

|

Netto Moreira
O esforço coletivo para a redução do IRRF sobre remessas ao Exterior enfim trouxe um resultado efeito. Ou melhor, uma vítoria: o temido imposto, desde 1º janeiro com alíquota de 25% (que chega a 33% com todos os encargos previstos), foi reduzido hoje para 6% (6,38% com encargos, mesma taxa do cartão de crédito). O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, acaba de divulgar a notícia no Twitter (Ministerio do Turismo) esta noite.

A assinatura da medida provisória ocorreu há pouco, em Brasília, e partiu da presidente Dilma Rousseff. O ministro do Turismo, Henrique Alves, considerado o grande articulador do caso, juntamente com as entidades Abav, Braztoa e Clia Abremar, está em Portugal e comemorou a decisão nas redes sociais (apesar de ser madrugada em Lisboa, ele acompanhava o desenrolar do processo).

A MP será publicada amanhã e com isso a MP 693, aprovada na Câmara, não precisará mais incluir o texto sobre Turismo. Mesmo depois de assinada, as entidades terão de monitorar a medida, pois, como o nome diz, é provisória, e precisará virar lei, via Congresso.


 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA