Futuro da Embratur será decidido por Padilha, diz revista

|

Agência Brasil
Eliseu Padilha, da Casa Civil
Eliseu Padilha, da Casa Civil

O tão falado futuro da Embratur parece estar próximo de ser concretizado. A mudança do instituto para agência de fomento internacional do Turismo, debatida há cerca de um ano, está para ser decidida. A medida provisória chegou às mãos do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, de acordo com publicação da Veja.

A possível transformação do modelo de atuação do órgão é apontada como um dos facilitadores para o aumento de chegada de turistas internacionais. Em 2016, o Brasil recebeu 6,6 milhões de estrangeiros e a estimativa é dar as boas-vindas a 12 milhões até 2022.

Em participação no Fórum PANROTAS há duas semanas, o ministro do Turismo, Marx Beltrão, disse que o valor economizado com a criação da nova Embratur facilitaria investimentos em promoção nacional.

Segundo o periódico, o entrave é a questão do dinheiro. A Embratur dá como certo o financiamento de R$ 400 milhões do Sebrae, mas o presidente da entidade, Afif Domingues, rejeita o acordo.


*Fonte: Veja

conteúdo original: http://abr.ai/2oi7Kin
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA