Ministro pede ao BNDES linha de crédito para o Turismo

|

Divulgação/Mtur
Paulo Rabello e Marx Beltrão, ministro do Turismo
Paulo Rabello e Marx Beltrão, ministro do Turismo

Em meio às turbulências políticas em Brasília, o ministro do Turismo, Marx Beltrão, se reuniu com o novo presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro.

No encontro, promovido a fim de estreitar relacionamento, Beltrão pediu apoio ao presidente do banco nacional para a criação de uma linha de crédito específica para o Turismo, com condições diferenciadas de juros e garantias. Mais detalhes sobre essa eventual parceria são aguardados.

“Apesar de todas as dificuldades enfrentadas na economia nos últimos anos, o Turismo é um dos setores que mantém os investimentos e continua gerando empregos e renda. Por isso, é fundamental estimularmos a iniciativa privada a continuar apostando no setor”, declarou o ministro.

Desde sua fundação, em 2003, o Ministério do Turismo articula com os bancos públicos linhas de créditos específicas para o setor, entre elas o Fundo Geral do Turismo (Fungetur). Com o BNDES, em 2010, lançou o Programa Pro Copa Turismo, no qual disponibilizou R$ 2 bilhões para reforma e construção de hotéis no período pré-Copa do Mundo da Fifa.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA