ECONOMIA E POLÍTICA

Doria lança projeto, garante SP Turis e elogia privatizações

Emerson Souza
Em uma fala que, pelo menos nos bastidores mostrou-se “presidenciável”, se assim pode-se dizer, o prefeito de São Paulo, João Doria, chegou próximo ao encerramento da cerimônia de abertura da 45ª Abav Expo e 48º Encontro Comercial Braztoa e ganhou o microfone após a fala do ministro do Turismo, Marx Beltrão, principal autoridade da mesa.

“Eu estou torcendo para o Doria ser candidato à presidência, pois assim terei o prazer em votar nele”, disparou Beltrão, deixando o púlpito sob aplausos, após afirmar que é um “funcionário do trade”.

Com sorriso largo, o prefeito não titubeou e mostrou-se à vontade com a pauta do Turismo, lembrando, com detalhes, sua atuação como presidente da Embratur, em 1987.

“Naquele ano instauramos o Ano Nacional do Turismo e foi um projeto que funcionou, com resultados que perduraram por mais de duas décadas e que gerou projetos que até hoje fazem parte do dia a dia da indústria. Lembro-me também do Passaporte Brasil, que oferecia descontos de 40% em viagens pelo Brasil. São ideias que estão disponíveis para vocês e que podem ser adaptadas para a realidade atual”, sugeriu.

ACORDO COM O RIO

O prefeito aproveitou a oportunidade para revelar um acordo que está sendo costurado com a prefeitura do Rio de Janeiro para a criação do programa São Paulo + Rio, baseado em ações de incentivo conjuntas para o Turismo, como eventos de promoção nas cidades, em uma tentativa de intercâmbio entre a população das duas cidades. O lançamento oficial deve acontecer em dez dias, segundo o mandatário.

PRIVATIZAÇÕES
Ao direcionar a fala ao presidente da Abav Nacional, Edmar Bull, João Doria, agradeceu a confiança da Abav Expo e Encontro Braztoa no Anhembi e mostrou-se entusiasmado pelo retorno do evento ao espaço, garantindo a privatização e melhorias em todas as áreas do complexo.

“Amanhã acontece a votação para a privatização e ela será aprovada, não tenho dúvidas. Vamos colocar o Anhembi em condição de competição com estruturas de primeiro mundo”, garantiu.

Para o Campo de Marte, outro importante espaço da região Norte da capital, Doria prometeu a criação do Museu Aeroespacial Brasileiro, com acervo doado pela família Rolim, fundadora da antiga Tam (hoje Latam Airlines). Todo o campo está em negociação e a prefeitura afirma ter cerca de 400 mil metros quadrados reservados para o novo atrativo. Há a previsão também de modernizar os prédios residenciais do complexo, elevando, segundo Doria, o padrão da região e possibilitando à construção civil investir em mais projetos de habitação.

“Vale informar também que a privatização do Anhembi não significa a extinção da SP Turis. Ela continua, agora como agência de desenvolvimento de Turismo, com estrutura enxuta, capacidade de operação e focada em parceiras com o setor privado. Eu sou do Turismo. Eu nunca acabaria com a SP Turis.”

Ainda sobre as privatizações, o prefeito elogiou a decisão do Governo Federal de privatizar a Eletrobrás e concessionar todos os aeroportos e portos brasileiros.

“Isso deveria ter sido feito no passado. Governo não sabe administrar e, quando administra, faz errado. Foi uma sábia decisão colocar nas mãos do setor privado a administração dessas estruturas. Isso ajuda o Turismo, amplia a possibilidade de investimentos e melhora o serviço prestado ao consumidor. Vamos elogiar o que deve ser elogiado”, admitiu ele, afirmando que o governo “não pode ter uma visão estatizante, mas sim uma visão reguladora, harmoniosa”.

RECUPERAÇÃO ECONÔMICA
Com a aparente melhora da economia, o prefeito de São Paulo afirmou que a indústria de Viagens e Turismo pode esperar por um final de ano com resultados animadores e um começo de ano com boas expectativas.

“Esperança é o que teremos no coração nesses próximos meses. Agora é a hora da ousadia. Deixem para trás o medo, a relutância. Agora é a hora de mostrar a sua capacidade de ativar o seu negócio e engrandecer suas expectativas. Agora é a hora de transformar. Se vocês fizerem isso, o Turismo sai na frente e o Brasil prospera”, finalizou Doria.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA