TECNOLOGIA

Estudo aposta em tecnologias móveis para corporativo

A tecnologia mobile (celular) e wearable (relógios e pulseiras tecnológicas) estarão mais presentes na organização de itinerários corporativos e gerenciamento de viajantes em 2016. É o que aponta estudo feito pela Carlson Wagonlit Travel.

Mais de mil gestores de viagens de todo o mundo apontaram uma série de elementos no setor de viagens corporativas que são esperados para que tenham impacto sobre a operação.

O relatório é dividido em seis áreas prioritárias para os gestores de viagens (nova tecnologia e serviços, transporte aéreo e terrestre, hotéis, política e compliance, responsabilidade de viagem e relatórios e análises) e o que eles enxergam para os próximos 12 meses.

Entre os pontos, o estudo destaca que um terço dos gestores esperam um projeto de distribuição da Iata que cause algum impacto no próximo ano; 32% dos entrevistados acreditam que serviços compartilhados, como Uber e Airbnb, terão grande influência e que serão incluídos em programas já existentes; e 51% dos entrevistados afirmam esperar uma mudança no forma de pagamento pelo fato de cartões virtuais estarem ficando cada vez mais forte.

"Os gestores de viagens deixaram claro que a experiência do viajante irá desempenhar um papel importante na programação das viagens em 2016. Desde informações de destino e ajuda em caso de emergência até acesso multicanal ou serviços personalizados - tudo será projetado para proporcionar aos viajantes uma experiência perfeita em cada etapa da viagem”, explicou vice-presidente executivo da Carlson Wagonlit Travel David Moran.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA