Hilton lança “incubadora” de inovações para a hotelaria

|

Divulgação/Hilton Worldwide
Na abertura, estiveram presentes membros da equipe Hilton, proprietários de hotéis e parceiros em tecnologia
Na abertura, estiveram presentes membros da equipe Hilton, proprietários de hotéis e parceiros em tecnologia
Mais do que anunciar novidades e sugerir propostas para o futuro, o grupo Hilton quer que seu público toque e experimente as inovações que a rede tem proposto na indústria hoteleira. É com este intuito que nasce a Innovation Gallery, um espaço de 400 metros quadrados para expor novas tecnologias e formas de pensar a hotelaria.

Localizado próximo da sede global do grupo, em McLean, Virgínia, a área foi projetada pelo LAB at Rockwell Group, consagrado escritório de arquitetura em que o Hilton possui participação acionária. A “galeria” apresenta ao público uma variedade de tecnologias, elementos de design e conceitos de alimentação – variando desde materiais sustentáveis até dispositivos para controle de ruído e indução de sono nos quartos.

“A inovação está no DNA do Hilton desde que o empreendedor Conrad Hilton comprou seu primeiro hotel e foi pioneiro na indústria quase que cem anos atrás”, afirma o diretor de relações com o cliente (CCO) do Hilton, Jon Witter, que descreve o novo projeto como “um espaço para encubar, testar, mensurar e expor os produtos e processos que estamos criando para aperfeiçoar a experiência dos nossos hóspedes e redefinir o futuro da hospitalidade”.

De acordo com o Hilton, os produtos apresentados já foram lançados ou estão em processo de testes – muito deles tendo sido desenvolvidos em parcerias com empresas como IBM, LG, Amazon e Tesla. Com a Innovation Gallery, a ideia é criar uma experiência imersiva de como seria se hospedar num Hilton do futuro.

São cinco os “temas” abordados pelo espaço: a exposição de produtos (interação com soluções físicas e virtuais, como o Pilot, um tradutor em tempo real); estúdio-conceito de comidas e bebidas (cozinha com as últimas novidades de experiência gastronômica); palco de realidade virtual (mergulho em novos conceitos e modelos de quartos), darkroom (um apartamento equipado com as últimas tecnologias) e o teatro da inovação (espaço para convidados se reunir, discutir e colaborar com ideias inovadoras).
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA