Santuário Nacional de Aparecida (SP) reabre com protocolos

|

Divulgação/Santuário Nacional
Celebrações contam com número reduzido de fiéis e protocolo de segurança
Celebrações contam com número reduzido de fiéis e protocolo de segurança
O Santuário Nacional, em Aparecida, interior de São Paulo, iniciou hoje (28) o movimento de retomada gradual das missas e reuniões presenciais. O retorno das atividades litúrgicas aconteceu após 133 dias de templos fechados para os fiéis e contou com a participação de 100 romeiros. A partir de agora, quem visita a Basílica da Padroeira do Brasil deve seguir uma série de recomendações presentes no protocolo de segurança. O plano, idealizado e executado pelo Santuário Nacional se baseia em normas propostas pelas autoridades sanitárias e religiosas.

"A nossa perspectiva é de sempre proporcionar aos fiéis o cuidado, a saúde, seguindo todas as normas não só do Governo Estadual e da Prefeitura de Aparecida, mas também as apresentadas pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil", afirma o reitor do Santuário Nacional, padre Eduardo Catalfo.

Por ora, o Santuário Nacional fica aberto das 6h às 18h de segunda a sexta-feira. Aos sábados e domingos das 5h às 20h. No estacionamento, só é permitida a entrada de veículos de até sete lugares. Por determinação da Prefeitura Municipal, automóveis com maior capacidade não podem ingressar em Aparecida. As celebrações no interior da Basílica, que chegavam a reunir cerca de 35 mil devotos, agora vão acontecem com o número reduzido de mil peregrinos.

Só é permitida a entrada com uso de máscara, que devem ser utilizadas durante todo o rito e em todo o complexo. Na parte interior do templo, sinalizações indicam onde os devotos devem se sentar durante as missas. Cada banco comporta apenas duas pessoas, sentadas em extremidades opostas.

Os horários das celebrações também sofreram alterações. Agora elas acontecem de segunda a sexta às 6h45, 9h, 12h e 16h; aos sábados às 6h30, 9h, 12h, 16h e 18h e aos domingos às 6h, 8h, 10h, 12h, 16h e 18h. As procissões, que outrora aconteciam aos sábados e domingos, estão suspensas.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA