AVIAÇÃO

Aviação executiva entra no mercado corporativo por meio de parceria com a Argo

A Flapper, startup de voos executivos que funciona por aplicativo, acaba de firmar parceria com a Argo Solutions. A partir de maio, a empresa de aviação executiva integrará a plataforma de opções de transporte aéreo da companhia, que detém cerca de 55% dos serviços contratados pelo mercado corporativo.

Divulgação
Alexandre Arruda, da Argo, entre Paul Malicki, Arthur Virzin e Iago Senefonte, da Flapper
Alexandre Arruda, da Argo, entre Paul Malicki, Arthur Virzin e Iago Senefonte, da Flapper
Com a união, os agentes de viagens poderão comprar voos executivos disponibilizados pela startup na mesma tela que as operações de aviação comercial, servidas pela Gol ou Latam. No final do mês, o usuário final da Argo receberá uma única fatura, que constará os voos privados, comerciais ou hotéis.

“Hoje, um dos nossos focos é oferecer ao nosso cliente corporativo uma solução cada vez mais completa. A aviação executiva vem se transformando e ganhando um novo perfil e, ao incluir este serviço em nossa ferramenta, permitiremos ao usuário a possibilidade de comparar aviação comercial e executiva em uma mesma plataforma, de maneira aderente as suas políticas”, diz o CEO da Argo, Alexandre Arruda, e agora novo membro do conselho da Flapper.

Segundo o CTO e cofundador da Flapper, Arthur Virzin, a disponibilidade do novo serviço deve começar aos poucos. “A princípio, somente alguns clientes selecionados terão o acesso à nova funcionalidade para medirmos a demanda, taxas de cancelamento e aproveitamento, escalar o modelo e, finalmente, disponibilizar para todos os clientes corporativos.”

Posteriormente, a ideia é também oferecer separadamente a opção de fretar jatos ou helicópteros com confirmação de disponibilidade em tempo real.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA