MSC planeja crescimento no corporativo brasileiro

|

Divulgação/MSC
Seaside, o próximo navio a ser inaugurado da MSC Cruzeiros
Seaside, o próximo navio a ser inaugurado da MSC Cruzeiros
Com o lançamento da temporada internacional 2018/2019, a MSC Cruzeiros também destacou a intenção de investimento no mercado corporativo brasileiro. Audaciosa, a armadora planeja se tornar a maior companhia marítimas na escolha de viajantes a negócios em roteiros internacionais.
Emerson Souza
Ignacio Palacios, diretor comercial da MSC Cruzeiros, durante o lançamento da temporada internacional
Ignacio Palacios, diretor comercial da MSC Cruzeiros, durante o lançamento da temporada internacional

"Em cruzeiros nacionais já somos a mais vendida. Contudo, nós também enxergamos o potencial de crescimento do público brasileiro a viagens internacionais", afirmou o diretor comercial da MSC Cruzeiros, Ignacio Palacios.

Sem detalhar de que maneira a armadora trabalhará para a conquista do mercado brasileiro, e quando a campanha terá início, Palacios destacou que alguns roteiros internacionais já se mostram alvo dos prováveis consumidores.

"Pela localidade, pensamos nos cruzeiros com saídas em Miami. Já em relação a nossa oferta e nas principais escolhas dos brasileiros, os roteiros que contemplam o Mar Mediterrâneo também tendem a ter certa potencialidade", explicou o diretor.

Como o principal mercado latino-americano, tanto a lazer quanto a negócios, a companhia marítima destaca estar aberta para atender os mais diferentes grupos de viajantes. Para até 2026, a MSC tem planos de expansão que visa saltar de 1,8 milhão para 5 milhões de passageiros ao ano.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA