Lacte: eventos não precisam de tecnologias tão sofisticadas

|



Emerson Souza
O diretor de Desenvolvimento de Negócios e Inovação da MCI, Ney Neto
O diretor de Desenvolvimento de Negócios e Inovação da MCI, Ney Neto
A 13ª edição do Lacte continua trazendo a debate temas relacionados ao segmento de viagens corporativas e um dos enfoques foi dado aos eventos.

O diretor de Desenvolvimento de Negócios e Inovação da MCI, Ney Neto, destacou a importância de os gestores e organizadores de eventos perceberem que o uso de tecnologias muito complexas não é necessário.

“Há empresas que utilizam plataformas tão robustas que não conseguem usá-las no dia a dia”, destaca Neto. Por outro lado, há ainda os que evitam a implantação de novas tecnologias por acharem que não saberão usá-las. Ney Neto defende o meio termo. “É preciso arriscar e deixar o achismo de lado, afinal, é graças a ele que o espírito inovador morre”, conclui o executivo.

Entre as tendências que norteiam o segmento de eventos, estão a convergência do on-line com o off-line, a "festivalização" dos eventos (mesclando o conteúdo com entretenimento) e a coleta cada vez mais frequente dos dados dos participantes.

“É preciso ficar atento também aos novos modelos de negócios que estão surgindo, como o fato de muitas agências não cobrarem mais fee para a realização do evento”, finaliza Nato.

O Portal PANROTAS é media partner do Lacte 13.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA