Discover ABR traz temas de Mice de forma interativa

|

Como é o profissional Mice do futuro? Para onde o mercado está caminhando? Essas e outras questões foram os temas centrais discutidos hoje no Discover ABR, evento realizado pela Academia de Viagens Corporativas em conjunto com a Associação Brasileira de Resorts (ABR), no Hotel Bourbon Convention Ibirapuera, em São Paulo.

Em formato de workshop, o evento contou com uma gamificação entre os participantes (gestores de viagens e de eventos corporativos e expositores de resorts) com quizzes e tarefas que, ao final, renderam uma premiação aos grupos que ficaram em primeiro, segundo e terceiro lugar.

Jhonatan Soares
Viviânne Martins e Patricia Thomas, da Academia de Viagens Corporativas, junto a João Bueno e Luigi Rotunno, da ABR
Viviânne Martins e Patricia Thomas, da Academia de Viagens Corporativas, junto a João Bueno e Luigi Rotunno, da ABR
“Todos temos que estar preparados para o que vem aí. O mercado está muito acelerado, por isso resolvemos fazer um encontro interativo, em vez de fazer uma série de palestras. Em um momento onde cada vez mais nos voltamos para tecnologia, fazer um evento em um resort, onde é possível misturar verde ou praia com inovações tecnológicas, é muito interessante”, conta a diretora da Academia de Viagens, Viviânne Martins.

Um dos objetivos do Discover ABR foi também juntar os melhores gestores e produtos, segundo o presidente da associação, Luigi Rotunno. “Estamos aqui reunidos para fechar negócio. Neste encontro não importa apenas a ficha técnica dos resorts, como salas e características, o importante é negociar ou sair daqui com pelo menos perspectivas para um próximo acordo. “

Atualmente, os participantes de eventos não querem apenas consumir o conteúdo que uma palestra ou convenção apresenta. Eles querem utilizar o que aprenderam em outras oportunidades. Por isso, é muito importante desenhar experiências para revelar o que será debatido. “É muito mais interessante trazer o tema de forma interativa ao convidado, agregar valor a sua experiência”, afirma o presidente do MPI Brasil, Ney Neto.

Uma tendência vista por Viviânne é a simplificação das coisas e diminuição dos eventos. “Os CVBs sempre focaram nos grandes acontecimentos, mas estamos vendo que eles estão ficando menores e se modificando a cada dia. O mundo está começando a entender que clientes também querem convenções regionais e as infraestruturas estão trabalhando para isso. “

Jhonatan Soares
Há também uma preocupação maior com o bem-estar, o atendimento e serviço oferecido pelos hotéis aos eventos. Além de uma boa estrutura, o respeito e as pessoas fazem a diferença no momento de escolha e realização de um encontro, congresso ou convenção.

O diretor executivo da ABR, João Bueno, destacou a importância da indicação e da confiança gerada entre os organizadores e os resorts. “Um dos nossos trabalhos é zelar pela qualidade deles e dos serviços oferecidos para os clientes. Os complexos brasileiros têm muita qualidade para lazer e para o corporativo e têm feito um trabalho de melhora constante”, finaliza.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA