Bahia, SP e Ceará são destinos mais procurados para incentivo

|

Divulgação/Setur-BA/Tarek Roveran
Segundo o estudo, as agências de incentivo apontam que, para os clientes, a Bahia, São Paulo e Ceará são os destinos nacionais mais procurados para os próximos dois anos
Segundo o estudo, as agências de incentivo apontam que, para os clientes, a Bahia, São Paulo e Ceará são os destinos nacionais mais procurados para os próximos dois anos
A Alagev acaba de apresentar os resultados da “Pesquisa Viagem de Incentivo”, que contou com a participação de 148 respondentes, sendo 34% clientes de seis Estados e 66% agências de incentivo de onze Estados. O objetivo do estudo, realizado entre novembro de 2021 e março de 2022, é entender o comportamento do mercado diante do cenário atual de retomada e fornecer dados para tomadas de decisão relacionadas ao setor.

“Por meio dos dados, conseguimos entender o comportamento das agências de incentivo, as próximas tendências do mercado e os orçamentos previstos. Nesta pesquisa, percebemos os diferentes pontos de vista do cliente e do fornecedor na retomada pós-pandemia. No contexto geral, notamos um maior investimento em fornecedores mais flexíveis, diferenças de destinos e maior procura por viagens pensando no bem-estar”, afirma a diretora executiva da associação, Giovana Jannuzzelli.

Segundo o estudo, as agências de incentivo apontam que, para os clientes, a Bahia, São Paulo e Ceará são os destinos nacionais mais procurados para os próximos dois anos, já para as agências seriam Ceará, Rio Grande do Sul e Bahia. Enquanto Estados Unidos, México, Argentina, Chile e Portugal são os primeiros do ranking internacional.

Confira a seguir alguns dos principais insights do levantamento:
Quais tipos de informações são mais eficazes para demonstrar o valor das viagens de incentivo para as partes interessadas?
  • Feedback dos participantes - 85%
  • Apresentação simples dos benefícios - 70%
  • Informações sobre retorno dos objetivos (ROO) - 40%
  • Informações sobre retorno do investimento (ROI) - 38%
  • Comparações com ofertas da concorrência - 35%
  • Histórico de viagens anteriores - 33%
Como o volume de RFPS (Request for proposal - orçamentos) para programas de viagens de incentivo mudou nos últimos anos (sempre em relação ao ano anterior)? Como você prevê os próximos anos?

Divulgação
Além do impacto do programa de viagens de incentivo nos resultados da empresa patrocinadora, quais impactos adicionais das viagens de incentivo são mais significativos?
  • Impacto no desenvolvimento pessoal e profissional do premiado - 79%
  • Impacto na empresa patrocinadora em termos de promoção das relações no local de trabalho e melhoria da cultura da empresa - 69%
  • Impacto na qualidade de vida do premiado - 51%
  • Impacto na sociedade como um todo como agente de mudança positiva, onde as viagens promovem a compreensão cultural etc - 51%
  • Impacto na economia do destino que recebe o incentivo - 49%

Quantas agências são convidadas para participar da concorrência de viagens de incentivo?

Divulgação
Ao competir por contratos de programas de viagens de incentivo que ocorram nos próximos 2 anos, que ações sua equipe está tomando para agregar valor e conquistar negócios?
  • Oferecendo experiências únicas, experiências exclusivas - 81%
  • Parceria para fornecer mais serviços a partir de uma única fonte - 46%
  • Materiais de marketing que valorizem a marca do cliente - 40%
  • Oferecendo condições de pagamento flexíveis - 33%
  • Incluindo mais equipe no local ou elementos de serviço pelo mesmo preço - 25%
  • Oferecendo descontos anuais se vários programas forem confirmados - 8%
  • Não está fazendo nada de diferente neste momento - 6%

Que (quais) fator(es) você considera seu diferencial mais forte para ganhar negócios com programas de viagens de incentivo?
  • Qualidade do serviço - 85%
  • Entendimento do negócio clientes: suas necessidades e formas de atuação - 69%
  • Criatividade / inovação - 64%
  • Reputação - 42%
  • Preço - 38%

A pesquisa completa, com outros inisghts, pode ser acessada no site oficial da Alagev, neste link.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA