Movida

Karina Cedeño   |   15/08/2023 12:31   |   Atualizada em 04/09/2023 09:08

Novas gerações mudarão a gestão de viagens corporativas, diz SAP

Empresas devem adaptar políticas e processos de acordo com as preferências das novas gerações


PANROTAS / Filip Calixto
Denis Tassitano, vice-presidente de SAP Concur para América Latina e Caribe
Denis Tassitano, vice-presidente de SAP Concur para América Latina e Caribe

A SAP Concur explora a maneira como as gerações mais jovens estão impulsionando mudanças significativas na gestão de viagens e despesas de negócios. Cada nova geração desafia as políticas tradicionais, resultando em mudanças significativas ao longo do tempo e na visão da empresa de tecnologia para viagens, o cenário empresarial tem sido constantemente moldado por novos estímulos e tecnologias.

"À medida em que novas gerações adentram a força de trabalho, é essencial entender e abraçar suas expectativas, para atender às necessidades únicas das gerações seguintes e preparar a empresa para o sucesso contínuo no futuro. Quando tratamos de gestão de viagens e despesas corporativas, não é diferente."

Denis Tassitano, vice-presidente de SAP Concur para América Latina e Caribe

De acordo com a Pesquisa Global de Viagens de Negócios da SAP Concur de 2022, a geração Z possui expectativas específicas e busca opções flexíveis, valoriza o uso de dispositivos móveis e demonstra preocupação com práticas sustentáveis em viagens de negócios.

“Podemos citar algumas mudanças provocadas por essa geração, como a introdução das viagens bleisure (combinando negócios com lazer), a adoção de prestadores de serviços compartilhados, o aumento do uso de aplicativos avançados e a preferência por métodos de pagamento digitais”, complementa Denis.

Redução do impacto ambiental nas viagens corporativas

Entre algumas das conclusões importantes da pesquisa, 98% dos entrevistados da geração Z planejavam tomar medidas para reduzir seu impacto ambiental ao viajar a negócios nos próximos 12 meses, e 22% disseram que considerariam recusar uma viagem de negócios se ela exigisse o uso de opções de viagem não sustentáveis.

Mudanças geracionais na força de trabalho

Uma pesquisa divulgada pela Oliver Wyman prevê que a geração Z irá compor cerca de 27% da força de trabalho e será a maior demografia em 2030, com uma idade média de 27 anos. Enquanto isso, os mais velhos da geração Y terão 45 anos. À medida em que a geração Y continua a subir na hierarquia organizacional, ela será responsável por ajustar políticas e processos para acomodar as expectativas da geração Z e, eventualmente, dos colegas da geração Alfa – que em 2030 começam a entrar no mercado de trabalho. Essas gerações terão expectativas diferentes das anteriores, o que exigirá uma abordagem adaptativa das empresas.

A tecnologia e o futuro das viagens corporativas

Para garantir o sucesso das empresas, é necessário adaptar as políticas e processos de acordo com as preferências tecnológicas e estilos de comunicação das gerações mais jovens. E a tecnologia desempenhará um papel fundamental na satisfação e retenção desses colaboradores. Espera-se que a geração Alfa tenha a maior infusão tecnológica, pois desde muito cedo o mundo deles está repleto de inovações, dispositivos móveis, inteligência artificial, machine learning, redes sociais, experiências conectadas e robótica.

O que esperar dos profissionais da geração Z

Especialistas e pesquisas ajudam a esclarecer o que podemos esperar dos colaboradores da geração Z: acostumados a trabalhar de forma colaborativa e flexível, com objetivo de ser eficiente na realização das atividades. São pragmáticos e valorizam a comunicação direta, a autenticidade e a relevância. Podem ser mais propensos a questionar regras e autoridade. Refletem mais diversidade racial e étnica e têm mais progressão política do que as gerações anteriores.

“As empresas que adotarem uma abordagem inovadora e adaptativa e redefinirem seus programas de gestão de viagens e despesas, ajustando políticas, simplificando e automatizando processos, e eliminando pontos de atrito, estarão preparadas para enfrentar os desafios e oportunidades do futuro”, finaliza Denis.

Tópicos relacionados

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA

Mais notícias