Ferramenta de economia em tarifas B2C chega ao mercado B2B

|

Lançada em 2016, a Pruvo surgiu como um serviço para ajudar o viajante a economizar dinheiro em hotéis que ele já reservou. Depois de algum tempo, a companhia percebeu que sua funcionalidade poderia auxiliar também as empresas de viagens, como agências, OTAs e operadoras, a aumentar o lucro líquido das reservas de hotéis já vendidas.

Shutterstock
Pruvo, voltada para o mercado B2C, chega às empresas de viagens
Pruvo, voltada para o mercado B2C, chega às empresas de viagens
“A maioria das empresas de viagens não compara novamente as reservas de hotel depois de reservarem e isso faz com que elas deixem muito dinheiro perdido. A Pruvo Revenue Maker, que é orientada por inteligência artificial, pode rastrear automaticamente essas reservas em qualquer provedor, monitorar o preço 24 horas por dia, sete dias por semana, e ajudar a aumentar a lucratividade, remarcando automaticamente as estadas quando o preço líquido cai”, explica a gerente de Desenvolvimento de Negócios da empresa, Isabella Leoneti.

Tendo como alvo principal as companhias que realizem no mínimo 500 reservas ao mês, o aumento médio do lucro pode chegar até 36% por reserva, segundo a executiva. Além disso, todos os aspectos da solução são personalizáveis e adaptados às necessidades exatas da empresa de viagens.

Devido à crise do novo coronavirus, a empresa renunciou a todas as taxas de instalação para ajudar as companhias do setor neste momento difícil de crise. O lucro da Pruvo é baseado em uma porcentagem na participação dos resultados (success fee) com reservas alteradas e que tiverem seus check-ins confirmados.

Para mais informações: www.pruvoai.com
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA