Decolar apresenta 5 tendências do Turismo para 2022

|

Considerando 2021 como um ano de transformação para a indústria do Turismo, ainda com os efeitos da pandemia, e a atual temporada como uma oportunidade para o reestabelecimento do segmento, a Decolar montou uma lista de tendências para o setor neste ano de 2022.

Divulgação/Ministério do Meio Ambiente
Entre as tendências apontadas pela Decolar estão as viagens que oferecem contato próximo com a natureza
Entre as tendências apontadas pela Decolar estão as viagens que oferecem contato próximo com a natureza
No ranking a empresa aponta as principais apostas para o nicho e argumenta a respeito de cada uma delas. Confira:

1. Trabalho remoto durante a viagem
A pandemia mudou paradigmas no ambiente de trabalho. O número de horas dentro de um escritório deixou de ser um indicador de produtividade. Empresas e profissionais viram que é possível ser eficiente em casa, e agora esse hábito passou a fazer parte da vida de muitos viajantes que unem lazer e trabalho.

“Notamos novos perfis de viajantes e novas tendências. Uma tendência que veio para ficar é o anywhere office, que permite uma frequência maior nas viagens de lazer, dado que as pessoas podem trabalhar em lugares distintos”, destaca o diretor de sourcing da Decolar, Tiago Lopes. "Existe também o turista que antes viajava para o exterior e que, em função da pandemia, está preferindo descobrir novas experiências pelo Brasil, como gastronomia, aventura, Turismo rural", completa.

Ele lembra também que alguns viajantes seguem optando por destinos próximos, até 3 horas de carro, aumentando a frequência de viagens mais curtas.

O setor hoteleiro se preparou para o anywhere office, proporcionando tranquilidade para o trabalho e lazer para os momentos livres. Em muitos hotéis, áreas sociais mais amigáveis foram organizadas para trabalhar, com espaços discretos adequados para videoconferências. Também é oferecido um melhor serviço de wi-fi, que abrange não só o lobby do hotel, mas também outras áreas comuns, como piscinas e até parte da praia. Há hotéis que oferecem estações de trabalho e também serviço de room office, que transforma o quarto em um escritório.

2. Destinos de contato com a natureza são cada vez mais desejados
Hoje, mais do que nunca, os viajantes querem desfrutar do contato com a natureza, o que tornou os destinos que proporcionam isso protagonistas na retomada do Turismo. Levantamento da Decolar mostra que Maceió, Porto Seguro, Natal, Porto de Galinhas e Ilhabela são os destinos mais procurados para hospedagem no primeiro semestre deste ano.

3. Aluguel de carro: conforto e privacidade
As novas dinâmicas sociais que se originaram da pandemia levaram os brasileiros a valorizar alguns fatores, como segurança e privacidade na hora de viajar. Embora o aluguel de carros já seja algo consolidado em viagens internacionais, principalmente nos Estados Unidos e na Europa, aumentou o interesse pelo aluguel de carros em destinos nacionais, principalmente para viagens até três horas.

4. A tecnologia e o Turismo andam de mãos dadas
Os operadores turísticos tiveram que se adaptar a novas necessidades e preferências dos viajantes para serem mais eficientes na hora de oferecer o melhor tipo de viagem para seus clientes. Atualmente, a Decolar conta com equipe e tecnologia para analisar mais de 3 milhões de combinações de voos diariamente para recomendar o melhor itinerário aos viajantes, em alguns casos oferecendo descontos de até 30%.

A companhia também tem inovações que ampliam as opções de autogestão da viagem pelo próprio cliente, diretamente pelo site ou aplicativo, conforme as regras dos produtos e tarifas adquiridas.

5. Viajantes mais exigentes
Os consumidores estão cada vez mais atentos aos detalhes na hora de planejar suas viagens. Os pacotes de viagem estão cada vez mais em alta e continuarão a assumir grande relevância neste ano de 2022.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA