AEROPORTOS

American e BA unificarão operações no JFK (NY) até 2022


Terminal 8 do JFK terá investimento de US$ 344 milhões e até nove novos portões
Terminal 8 do JFK terá investimento de US$ 344 milhões e até nove novos portões
As operações de American Airlines e British Airways (BA), no Aeroporto Internacional John F. Kennedy, de Nova York (EUA), serão unificadas até 2022. Com um investimento previsto de US$ 344 milhões ao longo dos próximos três anos, o plano é alocar ambas as aéreas no terminal 8 do JFK - hoje, a BA opera no T7 - para facilitar processos e oferecer uma experiência ainda melhor ao passageiro que viaja entre Nova York e Londres.

O novo capítulo da parceria entre as aéreas, que já compartilham um acordo de joint-business há quase dez anos, prevê maior flexibilidade para a oferta de 14 voos diários entre Nova York e Londres via JFK. A quantia milionária servirá para adicionar até nove novos pontos de embarque para os viajantes, que se conectarão com ainda mais facilidade pelas diversas rotas operadas pela aérea norte-americana.

"Investir no nosso terminal e dar as boas-vindas aos nossos parceiros é benéfico tanto para os clientes quanto para os membros da equipe de American e British Airways", disse o presidente da American, Robert Isom. Segundo ele, dividir espaço com a aérea parceira permitirá aos clientes uma conveniência sem precedentes entre as duas 'capitais globais'.

A mudança da BA para o T8 e o novo investimento milionário vêm quatro meses após o anúncio da reforma que adicionará mais de 300 mil metros quadrados ao aeroporto JFK. A expectativa é de que o fluxo anual de passageiros que passam por lá cresça em 15 milhões após o fim das obras.



 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA