Iata traz sugestões de critérios para testes de covid-19 em aeroportos

|

A Iata (sigla em inglês para Associação Internacional de Transporte Aéreo) divulgou as sugestões de critérios para o uso do teste de covid-19 durante a viagem. De acordo com a associação, caso os governos optarem por introduzir o teste para viajantes que chegam de países considerados de alto risco, esse deve fornecer resultados de forma ágil.

Ainda segundo a Iata, a tecnologia para testes de PCR no aeroporto pode ser uma medida importante de proteção para viajantes de países considerados de maior risco. O objetivo é eliminar a necessidade de medidas mais severas, como a quarentena, que é uma barreira importante para viagens e recuperação da demanda.

Marcelo Camargo/Agência Brasil
Para a Iata, o ideal seria a realização do teste antes da chegada ao aeroporto, com 24 horas de antecedência da viagem. “Os passageiros que chegam ‘prontos para voar’ reduzem o risco de contágio no aeroporto e permitem uma nova acomodação antecipada para qualquer viajante que seja positivo”, informou o comunicado.

“As companhias aéreas estão comprometidas em reduzir os riscos da transmissão doa covid-19 durante as viagens e os testes podem desempenhar um papel importante. Mas deve ser implementado de acordo com as orientações globais de retomada da Icao (Agência de Aviação das Nações Unidas), com o objetivo de facilitar as viagens”, disse o diretor-geral e CEO da Iata, Alexandre de Juniac.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA