Aeroporto de Brasília instala câmera termográfica no desembarque

|


Divulgação
O sistema tem como objetivo aprimorar a segurança do terminal e o controle de viajantes que chegam à capital federal
O sistema tem como objetivo aprimorar a segurança do terminal e o controle de viajantes que chegam à capital federal
Os passageiros que desembarcarem no Aeroporto de Brasília em voos domésticos agora terão a temperatura medida por uma solução termográfica automatizada, que foi instalada pela Johnson Controls logo na saída do desembarque doméstico do terminal. A aferição da temperatura no desembarque já era feita desde maio do ano passado, mas, até então, de forma manual pelos bombeiros do aeródromo.

O dispositivo, que também detecta a utilização de máscaras, tem a capacidade de processar as informações de 30 passageiros ao mesmo tempo. Os dados são exibidos para o usuário em uma tela presente no local e enviados automaticamente ao Centro de Controle Operacional da concessionária. Além disso, se um indivíduo for identificado com temperatura acima do normal (37°C), a sala de controle é acionada imediatamente por meio de alarme e a pessoa será submetida a uma nova checagem com um termômetro clínico. Caso seja comprovada a temperatura elevada, será recomendado ao passageiro que se dirija ao posto médico do terminal.
Divulgação
Câmera termográfica instalada na área do desembarque doméstico
Câmera termográfica instalada na área do desembarque doméstico

A checagem da temperatura é uma barreira sanitária que a Inframerica estabeleceu em parceria com o Governo do Distrito Federal para evitar o aumento do contágio de covid-19 na capital do País. Com a instalação do novo equipamento, a concessionária agiliza o procedimento de desembarque e possibilita mais conforto para os passageiros. Outros protocolos de segurança e higiene do Aeroporto de Brasília incluem o distanciamento em filas, mesas e cadeiras; disponibilização de álcool em gel; higienização do terminal com produtos sanitários utilizados para desinfecção de UTIs, e informativos.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA