Aena Brasil assina contrato para reforma do Aeroporto do Recife

|

Divulgação
O terminal do aeroporto ganhará mais espaço comercial
O terminal do aeroporto ganhará mais espaço comercial
A Aena Brasil, administradora de seis aeroportos do Nordeste brasileiro, entre eles o Aeroporto Internacional do Recife Guararapes - Gilberto Freyre, firmou contrato com o consórcio Passarelli-Método para reforma e ampliação do equipamento aeroportuário pernambucano. Os trabalhos devem começar no início de 2022 e serão entregues até 2023, como rege o contrato de concessão com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

O Aeroporto do Recife está entrando no segundo momento das obras previstas no modelo de concessão. Nesta segunda fase, chamada de 1B, o aeroporto vai passar por mudanças significativas, ganhando uma gestão mais moderna em todas as etapas do processamento de passageiros, bagagens e cargas. As melhorias incluem ampliação do terminal, aumento da capacidade operacional e incremento das áreas de pista, táxi e pátio de voo. Além disso, o terminal vai ganhar mais espaço comercial, podendo receber um maior número de lojas e restaurantes.

Representando a Aena Brasil, ao lado do diretor-presidente, Santiago Yus, estiveram Roberto Ramirez, diretor de Econômico Financeiro; Raul Moya, diretor de Operações, Infraestrutura e TIC, e diretores de outras áreas da companhia. Representando o consórcio, assinaram o presidente da Passarelli, Paulo Bittar, e o presidente da Método, Hugo Vinicius Rosa, acompanhados de executivos das respectivas empresas.

“Esta assinatura é muito simbólica, uma vez que, com ela, a Aena Brasil dá início a um processo de transformação histórica do Aeroporto de Recife, uma das principais portas de entrada para o Nordeste brasileiro, e demonstra seu compromisso com o município, com Pernambuco e com o Brasil”, ressalta o diretor-presidente da Aena Brasil, Santiago Yus.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA