Consolidadores deixarão de emitir Air China em 2019 | Distribuição | PANROTAS
DISTRIBUIÇÃO

Consolidadores deixarão de emitir Air China em 2019


Divulgação
Bilhetes da Air China deixarão de ser emitidos por consolidadoras brasileiras a partir de 1º de janeiro. A decisão foi tomada em conjunto pelas principais empresas do segmento. O motivo é o corte de condições comerciais por parte da companhia asiática, que optou por zerar o comissionamento ao intermediário. É importante ressaltar que grupos já contratados e reemissões serão operados normalmente.

As consolidadoras esclarecem ainda que estão preparadas para acomodar todos os passageiros via Europa, Emirados Árabes e Estados Unidos, e também deixam a recomendação de antecipar as emissões até o dia 31 de dezembro para "minimizar o efeito".

A medida é similar ao que aconteceu entre consolidadoras e Alitalia em maio. Na ocasião, a Air Tkt se pronunciou oficialmente a respeito, dizendo que suas associadas deixariam de trabalhar com a aérea italiana. Poucos dias depois a Alitalia chegou a um acordo.

O Portal PANROTAS tenta contato com a Air China no Brasil, mas a informação é de que o escritório da companhia fechou às 17h.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA