EMPRESAS

Aeromexico: todas as 103 vítimas da queda do avião sobreviveram

Reprodução/ Twitter
A Aeromexico se pronunciou publicamente após o acidente de ontem (31 de julho), em que um avião caiu logo após o voo AM2431 decolar do aeroporto de Durango, no México, com destino à Cidade do México.

A aeronave, um modelo Embraer 190 com matrícula XA-GAL, caiu com 103 pessoas a bordo, dos quais 88 adultos, nove menores de idade, duas crianças e quatro integrantes da tripulação. Todos sobreviveram, embora uma pequena parte esteja internada em estado crítico.

Até o momento, 64 pessoas receberam alta hospitalar e já podem ir para casa.

Em coletiva de imprensa realizada de última hora, o diretor geral do Grupo Aeromexico, declarou: “nosso coração está com as vítimas e suas famílias. Estamos profundamente tristes e comovidos por este incidente, e gostaria de reiterar que a família do Grupo Aeromexico estende seu apoio, seus pensamentos e suas orações aos afetados e seus familiares. Estamos fazendo tudo o que está ao nosso alcance para cuidar deles e de suas famílias.

As causas do acidente ainda não foram reveladas, mas a empresa afirma que trabalha de perto com a Direção Geral de Aeronáutica Civil (DGAC) para chegar a tal resposta.

O E190 que caiu tem dez anos de circulação e era operado pela Aeromexico desde 2014, informou. A aeronave tem capacidade para 100 passageiros

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA