EMPRESAS

Avianca: ativos envolvidos em acordo não estão definidos


A Avianca Brasil se manifestou pela primeira vez após o anúncio da Azul, que confirma o interesse nos ativos da companhia que está em recuperação judicial desde dezembro do ano passado, divulgado ao mercado na manhã de hoje.

Em nota, a Avianca Brasil esclarece que a notícia divulgada fala sobre uma intenção de compra, por parte da Azul Linhas Aéreas, de uma UPI (Unidade Produtiva Isolada) que será criada pela Avianca Brasil, e cuja estrutura ainda será definida.

No mesmo comunicado, a aérea reforça que nenhuma venda foi concretizada e esclarece também que o número exato de aeronaves e de slots que irá compor esta nova empresa está em processo de definição.

Leia abaixo o comunicado da Avianca Brasil na íntegra:


“A Avianca Brasil esclarece que a notícia divulgada hoje fala sobre uma intenção de compra, por parte da Azul Linhas Aéreas, de uma UPI (Unidade Produtiva Isolada) que será criada pela Avianca Brasil, e cuja estrutura ainda será definida. A empresa reforça que nenhuma venda foi concretizada. A companhia esclarece também que o número exato de aeronaves e de slots que irá compor esta nova empresa está em processo de definição.

A Avianca Brasil explica ainda que o acordo assinado prevê um DIP Financing, empréstimo com caráter de investimento prévio, para que possa manter sua operação até a realização do leilão de venda da UPI, que será agendado pela 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais de São Paulo.”


 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA