Conheça o Centro de Manutenção de Linha da Latam Brasil

|

A Latam Brasil inaugurou, em fevereiro de 2019, seu Centro de Manutenção em Linha (CML), em Guarulhos. O espaço recebeu um investimento total de R$ 130 milhões, por meio do modelo “built to suit” - que é a identificação de investidores que tenham interesse em contratos de locação a longo prazo para ser parceiros da Latam neste empreendimento. No local, são feitas diariamente pequenas inspeções e reparos nas aeronaves que passam por um dos principais aeroportos do Brasil.

Danilo Teixeira Alves
A entrada do CML da Latam Airlines Brasil. O local fica próximo ao edifício garagem do Aeroporto de Guarulhos
A entrada do CML da Latam Airlines Brasil. O local fica próximo ao edifício garagem do Aeroporto de Guarulhos

O CML da Latam em Guarulhos, principal hub internacional da aérea, possui 65 mil metros quadrados e capacidade de receber até sete aeronaves de dois corredores (widebody), como os Boeing 777, 767 e 787, e o modelo Airbus A350, ou até 19 aviões de um único corredor (narrowbody) da família Airbus A320, em um espaço com mais de 65 mil metros quadrados.

“A iniciativa consolida os esforços da Latam no desenvolvimento de uma estrutura que promove ainda mais eficiência em suas operações, com oficinas e estoques de componentes aeronáuticos, priorizando a segurança, valor inegociável para a companhia”, destacou o diretor de Manutenção da Latam Airlines Brasil, Alexandre Peronti, que junto com o gerente sênior de Manutenção da companhia, Fernando Almirall, recebeu a reportagem do Portal PANROTAS e apresentou o novo espaço da companhia aérea.

Danilo Teixeira Alves
O gerente sênior de Manutenção da Latam Airlines Brasil, Fernando Almirall, e o diretor de Manutenção da empresa, Alexandre Peronti
O gerente sênior de Manutenção da Latam Airlines Brasil, Fernando Almirall, e o diretor de Manutenção da empresa, Alexandre Peronti
Com mais de 400 funcionários, o CML traz diversos benefícios ao Grupo Latam. Um deles é que, por contar também com oficinas e estoque de componentes aeronáuticos, a logística de suprimentos – e dos próprios itens que devem passar por manutenção – torna o local ainda mais eficiente.

Vale ressaltar que as manutenções periódicas previstas nos manuais das fabricantes, que demandam mais tempo e recursos, como o Check-C, por exemplo, continuarão a ser feitas no centro de manutenções da companhia em São Carlos, no interior de São Paulo.

TESTE DE MOTORES

A Latam Brasil é a única empresa no País a ter o sistema Jet Blast Deflector (JBD), que nada mais é do que um defletor de gases e barreira acústica. Ligado aos mais recentes protocolos de segurança e eficiência, com o equipamento a empresa consegue realizar testes de motores rotineiramente e em qualquer momento, desde que necessário, sem impactar o entorno – e a comunidade que existe muito próxima ao CML – com os ruídos produzidos pelos motores dos aviões.

Além disso, a presença do JBD delimita um local específico para que a empresa faça os procedimentos com o motor com ainda mais segurança e sem a necessidade de que os testes aconteçam na pista do aeroporto.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA