CEO da Latam Brasil descarta entrada na Skyteam

|

O CEO da Latam Airlines Brasil, Jerome Cadier, disse que a companhia não está pensando em se associar à Skyteam, aliança global de companhias aéreas fundada pela Delta Air Lines, que na semana passada anunciou a compra de 20% do capital do Grupo Latam. O executivo participou nesta tarde do lançamento do Latam Pass, novo programa de relacionamento da Latam.

Filip Calixto
Jerome Cadier, CEO da Latam Airlines Brasil
Jerome Cadier, CEO da Latam Airlines Brasil

Segundo o executivo, a ideia da empresa é continuar apostando em acordos bilaterais com outros parceiros que agreguem valor à Latam Airlines Brasil. "Mas eu não estou dizendo que nunca nos associaremos à nenhuma outra aliança. Se você me perguntar daqui um ano, a resposta pode ser diferente", disse Cadier.

Quem procurou quem? Delta procurou Latam ou Latam procurou a Delta? De acordo com o CEO da subsidiária brasileira, as conversas evoluíram na medida que outros fatores foram se desenrolando. A decisão da Suprema Corte do Chile foi um dos principais pontos.

"A partir desta decisão, a Latam se viu na posição de buscar outro parceiro que pudesse fazer mais sentido. A Delta, por sua vez, buscou um parceiro que agregasse a ela uma conectividade além de destinos brasileiros", afirmou.

Pelo acordo com a Delta, a norte-americana assume quatro aviões A350-900 da Latam, além de assumir o pedido de outros dez A350, que deverão ser entregues entre 2020 e 2025. "Não muda nada na nossa malha. Não recebemos esses quatro A350 ainda. O primeiro seria entregue no começo do ano que vem. Continuamos com os nove A350 em operação.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA