Movida

Marcos Martins   |   16/09/2019 17:22   |   Atualizada em 16/09/2019 17:41

Emirados Árabes não acreditam em retorno do 737 Max neste ano

Para o diretor geral da Autoridade Geral de Aviação Civil, Saif Al Suwaidi, o modelo não deve ser autorizado no final do ano, como prevê a Boeing


Craig Larsen/Boeing
Modelo ainda está proibido de voar após acidentes fatais
Modelo ainda está proibido de voar após acidentes fatais
O regulador de aviação dos Emirados Árabes Unidos afirmou que é improvável que o modelo Boeing 737 Max retorne às operações ainda neste ano. As informações foram divulgadas pela Bloomberg.

Essa expectativa é diferente do cronograma previsto pela fabricante, que seria de um retorno ainda no quarto trimestre de 2019. Para o diretor geral da Autoridade Geral de Aviação Civil, Saif Al Suwaidi, o modelo deve retornar apenas no primeiro semestre de 2020.

A Fly Dubai é uma das maiores clientes do 737 Max no território e a companhia não tomará uma decisão de retorno apenas com base numa nova autorização de segurança, mas também de testes próprios. "Não voaremos no Max até termos 100% de certeza", disse Al Suwaidi.


*Fonte: Bloomberg

conteúdo original: https://bloom.bg/2mjbaVt

Tópicos relacionados

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA

Mais notícias