EMPRESAS

Azul visa consolidar operação em GRU com preços competitivos

Durante a apresentação da primeira unidade do Embraer 195-E2 adquirida pela Azul, nesta quarta-feira (16), em Brasília, o diretor de Relações Institucionais e Alianças da companhia, Marcelo Bento, detalhou com exclusividade para o Portal PANROTAS as perspectivas da empresa com a nova geração de aeronaves.

Antonio Maciel
Marcelo Bento, diretor de Relações Institucionais e Alianças da Azul
Marcelo Bento, diretor de Relações Institucionais e Alianças da Azul

"A Azul é o cliente lançador do E195-E2, um avião belíssimo, com nova motorização e um novo projeto que permite que ele seja mais econômico. Então isso é um divisor de águas para companhia. É um avião que vai permitir que façamos voos diferentes, que antes tínhamos mais dificuldade de fazer, uma vez que o custo por assento será menor", afirmou ele.

Bento explicou que este modelo incorporado à frota da Azul é um pouco maior que a versão anterior, porém tem consumo de combustível menor. "As novas gerações de aeronave, seja o Boeing 737 Max, ou o Airbus A320neo, todos trouxeram inovações que fizeram com que a geração anterior ficasse mais custosa para voar. Este avião, aliado aos A320neo que estamos recebendo, permite que tenhamos uma das frotas mais modernas do mundo, mais eficiente e mais econômica, e isso faz com que possamos ir para novos mercados", explicou.

Para o executivo da Azul, este avião, em especial, é ideal para mercados com muitas frequências, porque tem menos capacidade e, consequentemente, o custo por viagem é um pouco menor. Isso permite justamente que a companhia tenha mais frequências e possa desenvolver mercados que exigem vários horários por dia, com passagens mais baratas.

Ainda segundo o diretor, a companhia vem alcançando novos mercados e consolidando seus hubs. "Guarulhos, que é um mercado que a Azul vem crescendo bastante e exige multi-frequências, e este novo avião vai nos ajudar nisso". Além disso, Viracopos, que já tem diversos voos para outras capitais, agora poderá expandir para o Norte e Nordeste.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA