EMPRESAS

Delta tem US$ 1,5 bilhão de receita líquida no terceiro trimestre


Divulgação
Companhia tem saldo positivo no período
Companhia tem saldo positivo no período
A Delta Air Lines divulgou os resultados financeiros do terceiro trimestre de 2019. A companhia norte-americana teve receita líquida de US$ 1,5 bilhão e atendeu a um recorde de 55,2 milhões. A receita operacional ajustada foi de US$ 12,6 bilhões, uma melhora de 6,5%, com US$ 771 milhões a mais que no trimestre do ano anterior. Os números são um reflexo do aumento de 9% na receita com passagens de produtos premium.

"A demanda pelo produto Delta permanece saudável, posicionando a empresa para um forte fechamento de 2019, com expectativas de mais de 20% de alta nos lucros, mais de US$ 4 bilhões em fluxo de caixa livre e um quinto ano de ganhos antes dos impostos acima de US$ 5 bilhões", afirma o CEO da Delta, Ed Bastian.

Em destaque, as receitas domésticas cresceram 7,8% no trimestre, com acréscimo de 3,2% na receita unitária de passageiros e uma capacidade 4,5% maior. A receita nacional de produtos premium cresceu 11% e a receita corporativa 8%. O custo operacional consolidado por assento-milha disponível (CASM) diminuiu 2,1% em relação ao mesmo trimestre de 2018, influenciado por menores custos de combustível e maior capacidade.

Neste cenário, as receitas latinas cresceram 1,2%, com um aumento de 3,6% na receita unitária de passageiros e capacidade 2,3% menor. Os mercados do Brasil e México compensaram a pressão da demanda do furacão Dorian.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA