EMPRESAS

Latam confirma interesse em voar entre SP e Doha em 2020


Wikicommons
Companhia revela detalhes de expansão
Companhia revela detalhes de expansão
O Grupo Latam Airlines anunciou hoje que continua avaliando novas rotas, incluindo uma entre São Paulo e Doha (Catar), sujeita à viabilidade operacional. Essa rota complementaria o código compartilhado bilateral entre Latam Airlines Brasil e Qatar Airways, implementado em outubro de 2019, além de mais opções para o Oriente Médio, Ásia e África.

A empresa também informou que seguirá ampliando a sua operação internacional no Peru com mais frequências de Lima para Miami (Estados Unidos), Assunção (Paraguai) e Montevidéu (Uruguai).

A partir de 1º de janeiro de 2020, aumentará sua operação entre Lima e Assunção, saltando de quatro voos semanais para um voo diário, em aeronaves A320. A partir da mesma data, oferecerá um voo diário de Lima para Montevidéu (Uruguai).

Já a partir de 1º de junho de 2020 vai operar três voos diários entre Lima e Miami com aeronaves Boeing 767, adicionando um voo diário (170 mil assentos extras ao ano na rota). Em 14 de novembro de 2019, a Latam Airlines Peru iniciou suas operações de Lima para Brasília (Brasil). Já em dezembro, abrirá as novas rotas Lima-Montego Bay (Jamaica) e Lima-Porto Alegre (Brasil). O início da rota Lima-Concepción (Chile) ocorrerá em 4 de janeiro do próximo ano.

“As novas frequências e voos vão oferecer aos nossos passageiros ainda mais opções de viagens e melhores conexões a partir de Lima, um dos hubs mais importantes do grupo. E como parte do nosso compromisso de oferecer a maior conectividade da América Latina e de sermos a primeira opção para os passageiros da região, seguiremos avaliando oportunidades para expandir a nossa rede de destinos e nossas operações”, afirma o vice-presidente comercial do Grupo Latam, Roberto Alvo.

Com o crescimento, o Grupo Latam começa 2020 operando em Lima 145 voos diariamente com origem ou destino para 57 destinos, incluindo 20 aeroportos no Peru e outros 36 na América do Sul, Caribe, América do Norte e Europa.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA