EMPRESAS

Lufthansa celebra o retorno da rota São Paulo-Munique

A Lufthansa retomou hoje a rota São Paulo-Munique da Lufthansa e o fez com celebração no aeroporto de Guarulhos. Operado por um A350-900, que diminui em 25% as emissões de gases poluentes na atmosfera e reduz pela metade os ruídos causados pelo motor, o serviço será realizado três vezes por semana.

O voo LH505 sai de São Paulo às 18h, horário local, às terças, sextas e domingos, chegando em Munique às 9h35 da manhã seguinte. Já o LH504 parte da capital da Bavária às segundas, quintas e sábados às 22h30 e chega em São Paulo às 6h55 do outro dia.

Beatrice Teizen
Tom Maes, Annette Taueber e Markus Binkert, da Lufthansa
Tom Maes, Annette Taueber e Markus Binkert, da Lufthansa
O A350-900 pousou em Guarulhos em sua viagem inaugural, partindo do Terminal 2 do Aeroporto de Munique (Franz Josef Strauss), o hub da companhia na Bavária. São Paulo é o primeiro destino na América do Sul a ser operado pela aeronave com as cores da Lufthansa.

“É um privilégio estar aqui e estamos muito felizes de introduzir novamente esse voo, conectando esses dois centros de negócios e culturas tão importantes. São mais de 1.000 empresas alemãs atuando no Brasil, representando 10% do PIB. Além disso, somos a primeira companhia de fora do País a voar com este avião, que atinge quase 30% de economia em termos de combustível e emissões”, afirma o CCO do Hub Munich, Markus Binkert.

Com 293 lugares no total, sendo 48 assentos na classe executiva, 21 na premium economy e 224 na econômica, a aeronave é formada por 70% de materiais compostos, titânio e ligas de alumínio. O avião conta ainda com iluminação com 24 jogos de luz no interior da cabine, que ajuda a reduzir o jetlag.

Beatrice Teizen
O secretário de Estado de Turismo de São Paulo, Vinícius Lummertz, entre Markus Binkert, Annette Taueber e Tom Maes, da Lufthansa<br>
O secretário de Estado de Turismo de São Paulo, Vinícius Lummertz, entre Markus Binkert, Annette Taueber e Tom Maes, da Lufthansa
“São 209 mil alemães viajando ao Brasil durante o ano, com 85 mil deles vindo para São Paulo, totalizando 40% desse fluxo. Com a volta da rota, serão 26 frequências por semana da Lufthansa, com voos importantes e uma qualidade que nos permite pensar em um público diferenciado de negócios”, diz o secretário de Estado de Turismo de São Paulo, Vinícius Lummertz.

Com o retorno do serviço, o Lufthansa-Swiss Group passa a operar 26 voos semanais do Brasil, totalizando cerca de nove mil lugares – com a maior oferta de assentos premium para a Europa –, para os hubs de Frankfurt, Munique e Zurique.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA