AA suspende todos os voos do Brasil até maio e 75% da malha inter

|


Divulgação

A American Airlines decidiu suspender 75% de sua malha internacional até 6 de maio, devido à crise causada pela pandemia de coronavírus.

Todos os voos do Brasil, por exemplo, estarão suspensos. A empresa continuará a operar um voo de Dallas para Londres, um de Miami para Londres e três de Dallas para Tóquio. Voos internacionais de curta distância para Canadá, México, Caribe, América Central e alguns destinos na América do Sul continuarão (consulte aa.com para ver os horários e dias).

Em abril, a capacidade doméstica será reduzida em 20% (sobre 2019) e em maio estará 30% menos que no ano passado.

A paralisação internacional começa em 16 de março.

ÁSIA E OCEANIA
Todos suspensos, incluindo Austrália e Nova Zelândia. Só serão mantidos nesse período os três voos do Japão para Dallas, três vezes por semana.

EUROPA
Continuará a operar, no período de suspensão, um voo diário Dallas-Londres e um Miami-Londres, já que os americanos que estão na Europa podem retornar ao país, dentro do embargo do governo americano.
Voos de Nova York, Boston, Chicago e Los Angeles para Boston deixam de ser operados gradualmente na próxima semana, com previsão de retorno somente em maio.

Demais aeroportos param antes, pois não estão na lista de pré-aprovados para receber voos da Europa na quarentena.

Rotas sazonais devem voltar no começo de maio ou em outra data a ser anunciada, dependendo de como evolui a quarentena e as restrições do governo.

AMÉRICA DO SUL
Já a partir de 16 de março (segunda-feira), suspensão dos voos de Miami para o Rio de Janeiro e Georgetown (Guiana); de Dallas, Nova York e Miami para São Paulo; Dallas e Miami para Santiago, Bogotá, Guayaquil, Quito e Lima; e de Miami para Brasília, Manaus e as cidades colombianas de Barranquilla, Cartagena, Cali, Medellin e Pereira. Os voos de Los Angeles e Dallas para Guarulhos só retornam em outubro e junho, respectivamente, como anunciado anteriormente.

Os telefones da companhia estão sobrecarregados e será necessária muita paciência para pedir reembolso e remarcar viagens. Site: aa.com/refunds.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA