Avianca anuncia suspensão temporária de todos seus voos

|

Wikicommons
Agora, a Avianca interrompe todas as operações de passageiros e mantém somente a operação de carga e Deprisa
Agora, a Avianca interrompe todas as operações de passageiros e mantém somente a operação de carga e Deprisa
Em conformidade com o isolamento preventivo obrigatório estabelecido pelo governo da Colômbia, a Avianca decidiu suspender, a partir de amanhã (25), todos os voos naquele país. A princípio, a medida vale até o dia 12 de abril. A medida complementa a decisão tomada ontem, de interromper todas as operações internacionais da companhia. Agora, a Avianca interrompe todas as operações de passageiros e mantém somente a operação de carga e Deprisa.

A companhia aérea ressalta que tanto call center como os canais digitais de atendimento ao cliente permanecem funcionando e ficam incumbidos de gerenciar as solicitações de passageiros e fornecer proteção aos afetados.

A Avianca assegura que espera retomar gradualmente seus vôos domésticos a partir do próximo mês e vôos internacionais a partir de 1º de maio. No entanto, essas datas dependerão inteiramente da evolução do novo coronavírus na América do Sul e das medidas que os diferentes governos poderão adotar em relação a essa situação excepcional.

"Respeitamos a decisão do governo da Colômbia e as muitas medidas que autoridades de diferentes países adotaram para conter o covid-19. Hoje é difícil termos que anunciar que estamos suspendendo toda a operação de passageiros. Agradecemos aos quase 12 mil funcionários que tiraram a licença não remunerada, esta resposta mostra que somos feitos e a convicção de que temos que operar por mais cem anos. Garantimos a nossos clientes que manteremos a proteção já em vigor, com a qual eles poderão deixar seus bilhetes abertos ou ajustar seus planos de viagem. Hoje, mais do que nunca, é essencial buscar a assistência dos governos para mitigar o impacto social e econômico dessa crise. Esperamos abrir nossas asas em breve novamente e continuar conectando a Colômbia e a América Latina ao mundo", diz o presidente e CEO da Avianca Holdings, Anko van der Werff.

MEDIDAS DE PROTEÇÃO AOS PASSAGEIROS


A Avianca também antecipou algumas medidas de momento para proteção dos passageiros. São elas:

- Os viajantes que compraram seus bilhetes na Colômbia, Estados Unidos, El Salvador, Espanha, Chile, Guatemala, Panamá, Paraguai, Uruguai, Brasil, Inglaterra, Argentina, e resto de Europa e já têm uma data para viajar podem fazer a alteração diretamente no avianca.com.

- Se os clientes ainda não definiram a data de sua viagem, eles podem preencher este formulário, cancelar seu itinerário atual e receber um voucher pelo mesmo valor do bilhete para usá-lo em outra viagem.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA