Alta enfatiza importância da aplicação imediata de diretrizes

|

A Alta acaba de divulgar uma carta aberta aos governos da América Latina e Caribe sobre a importância da aplicação imediata das diretrizes globais da ICAO (Organização da Aviação Civil Internacional) para restabelecer a conectividade aérea.

Divulgação
Em carta abertao, Alta enfatiza importância da aplicação imediata de diretrizes da OACI
Em carta abertao, Alta enfatiza importância da aplicação imediata de diretrizes da OACI
No documento, a entidade enfatiza a necessidade das medidas para identificar todas as oportunidades em que as restrições de viagem possam ser aliviadas, assim que as situações epidemiológicas permitirem. Confira na íntegra abaixo:

"A indústria da aviação enfrenta atualmente o maior desafio da sua história. A luta contra a Covid-19 praticamente paralisou o setor em nível mundial, com consequências desastrosas para companhias aéreas, aeroportos, organizações de viagens e turismo e todas as empresas e cidadãos cujos meios de subsistência dependem do transporte aéreo. À medida que as restrições impostas vêm sendo aliviadas em todo o mundo, devemos enfrentar conjuntamente a difícil tarefa de retomar a conectividade aérea.

É fundamental recuperar a confiança dos passageiros e conscientizar o público de que a aviação está fazendo todo o possível para que o setor não se torne um vetor de transmissão da Covid-19. Isso requer um processo harmonizado em todo o mundo e o fornecimento das melhores garantias possíveis de segurança sanitária. IATA, ACI- LAC, ALTA, CANSO e WTTC apoiam e endossam o guia de recomendações emitido pelo Grupo de Trabalho de Recuperação de Aviação da OACI (ICAO Council’s Aviation Recovery Task Force – CART). O documento estabelece as bases para que governos e operadores da indústria de aviação possam coordenar o reinício e a recuperação da conectividade aérea global de maneira alinhada, quando muitos países estão considerando reabrir suas fronteiras e retomar as suas economias.

O trabalho do CART no seu Relatório de Recuperação e o guia “Take-off (Decolagem)” que o acompanha identificam a saúde, a segurança e a proteção dos viajantes como os principais objetivos. Também oferece uma estrutura abrangente de medidas temporárias baseadas em risco para as operações de transporte aéreo durante a crise da Covid-19, propondo uma abordagem em fases para retomar a aviação, com base em recomendações e orientações das autoridades de saúde pública. Tudo para mitigar o risco de transmissão do vírus durante o processo de viagem. Essa estratificação de medidas deve dar aos viajantes e às tripulações a confiança necessária para voar novamente.

Fazemos, portanto, um chamado conjunto a todos os países da América Latina e do Caribe para que colaborem na rápida implementação das recomendações do guia “Take-off (Decolagem)” e tomem as medidas necessárias para identificar todas as oportunidades em que as restrições de viagem possam ser aliviadas, assim que as situações epidemiológicas permitirem. As comunidades de aviação e de viagens e turismo em geral estão preparadas e totalmente comprometidas com um reinício seguro. O mundo deseja viajar novamente e a aviação desempenhará um papel fundamental na recuperação econômica. É imperativo que o transporte aéreo possa ser retomado por meio da harmonização global e do reconhecimento mútuo dos esforços, que ganharão a confiança dos viajantes, trabalhadores do setor e público em geral.

Como principais organizações regionais e partes interessadas que representam companhias aéreas, aeroportos, provedores de serviços de navegação aérea, provedores de viagens e turismo e setores relacionados na América Latina e no Caribe, esperamos trabalhar com vocês para obter uma aplicação sistemática e bem coordenada das orientações do guia “Take-off (Decolagem)”, o que permitirá retomar voos, reabrir fronteiras, suspender medidas de quarentena e permitir que a aviação reconecte pessoas em todo o mundo, contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico de cada país."
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA