Para United, bloqueio de assentos é estratégia de relações públicas

|

Para a United, companhias aéreas que bloqueiam os assentos do meio estão tomando a medida como uma estratégia de relações públicas e, não, por segurança, segundo informações do Travel Mole. A transportadora com sede em Chicago não adotou essa prática, mas outras, como a Delta, JetBlue e Southwest, sim.

United Airlines
United não adotou medida de bloquear assentos do meio em seus voos
United não adotou medida de bloquear assentos do meio em seus voos
De acordo com a publicação, o comentário, feito pelo diretor de Comunicações da aérea, Josh Earnest, veio depois que as autoridades de saúde criticaram a American Airlines por mudar de política e vender voos em plena capacidade, assim como a United.

Ambas as empresas estão oferecendo a opção de o passageiro reagendar suas viagens quando o voo reservado estiver quase cheio e ele não se sentir confortável de voar. No entanto, assentos vazios podem oferecer alguma flexibilidade para usar o distanciamento social seletivo, movendo pessoas em caso de emergência ou usar os assentos para aquele viajante que não pode usar máscara por algum motivo médico.

Em um cenário de pandemia, a United está adotando outras medidas para manter os passageiros em segurança, como distanciamento social durante o embarque, exigindo o uso de máscaras, e limpeza aprimorada da aeronave, além do protocolo de saúde CleanPlus.


*Fonte: Travel Mole

conteúdo original: https://bit.ly/2ZuRpu2
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA