As novidades e os planos da Azul para a retomada da aviação

|


A companhia espera ter 60% de seus voos pré-pandemia até dezembro deste ano
A companhia espera ter 60% de seus voos pré-pandemia até dezembro deste ano
Em meio a uma crise sem precedentes, a Azul - mais jovem das aéreas nacionais - mostra agilidade e estratégias ousadas para se sobressair e ser eleita a melhor do mundo (referente a 2019), batendo inclusive as asiáticas. Durante a maior crise da história da aviação, a empresa surpreende ao anunciar o lançamento de sua aérea regional e ainda um acordo com uma de suas concorrentes. Além disso, a companhia trabalha com a expectativa de ter 60% de seus 950 voos diários na pré-pandemia novamente em operação até dezembro deste ano.

Na edição desta semana da Revista PANROTAS, o presidente da Azul, John Rodgerson, traz as grandes novidades e os planos de retomada da companhia aérea que operava o maior número de destinos no Brasil antes da crise. Confira também o quadro atualizado de retomada dos principais receptivos do País e como está ocorrendo o processo de retomada das operações de duas das principais companhias aéreas norte-americanas, a American Airlines e a Delta Air Lines.

Leia as matérias na edição digital da Revista PANROTAS:

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA