Airbus supera Boeing na entrega de aeronaves em agosto

|


Divulgação/ Airbus
Em agosto, a Airbus recebeu apenas um pedido para a fabricação de um A320neo
Em agosto, a Airbus recebeu apenas um pedido para a fabricação de um A320neo
A Airbus entregou 38 aeronaves de passageiros durante o mês de agosto, enquanto a Boeing entregou apenas quatro. No entanto, apesar de entregar mais aeronaves, a Airbus registrou menos pedidos do que a Boeing no mesmo período. Devido à crise causada pela covid-19, as companhias aéreas têm sido mais cautelosas ao fazer novos pedidos e adiar as entregas programadas para este ano.

Do total de 38 aeronaves, a Airbus entregou 21 do modelo A320neo para a Lufthansa, Air Astana, IndiGo e Air Malta; 11 A321neo às companhias JetBlue, Air Arabia, Air Astana e Wizz Air Abu Dhabi; dois A321ceo à Delta Air Lines; dois A350-900 à French Bee e à Cathay Pacific; um A330-900neo à Orbest e um A320ceo à chinesa Chengdu Airlines. A fabricante europeia recebeu apenas um pedido de aeronave em agosto para a fabricação de um A320neo.

Já a Boeing entregou quatro aeronaves do modelo B787-9 Dreamliner, sendo duas para a United Airlines, uma para a Nippon Airways e outra para a Vistara. No entanto, os aviões de carga da fabricante tiveram um desempenho ligeiramente melhor em relação às entregas, já que ela entregou dois cargueiros B767 e um B777F para a FedEx; um B777F para a Lufthansa Cargo; e outro B777F para a DAE 4 Ireland Limited.

Em agosto, a fabricante norte-americana registrou um total de oito pedidos do B787-9 Dreamliner e do cargueiro B777. Apesar de estar aterrado, o modelo Boeing 737 Max registrou um total de cinco pedidos em agosto, sendo dois encomendados pela Enter Air e os outros três por um cliente não identificado, segundo o portal Simple Flying.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA