Azul: demanda doméstica está voltando em ritmo intenso

|


Marcos Martins
John Rodgerson, da Azul
John Rodgerson, da Azul

O CEO da Azul Linhas Aéreas, John Rodgerson, voltou a falar sobre a retomada da companhia aérea diante desta crise da pandemia de covid-19. Segundo ele, a retomada é nítida e acontece velozmente.

“A queda foi muito dura nos primeiros meses de pandemia, mas a demanda está voltando rapidamente”, afirmou Rodgerson, em live para apresentar uma nova parceria entre a companhia aérea, a Visa e o Itaú.

Além do fechamento das fronteiras para voos partindo do Brasil, a alta do dólar também incentiva a retomada do Turismo pelos destinos domésticos, o que já é uma realidade, segundo o executivo.

“O real bateu quase seis dólares hoje. É o momento perfeito para o brasileiro conhecer o Nordeste. Os voos da Azul para Fernando de Noronha nos próximos 30 dias estão lotados, isso sem contar Trancoso, Praia do Forte e outros destinos na região. Fato é que os brasileiros voltaram a amar seu próprio país e estão vendo que é totalmente possível voar com segurança graças ao sistema de filtragem de ar igual aos de hospitais e outros rígidos protocolos a bordo. Certo é que a atividade de voar é segura.”

Para Rodgerson, o feriado da independência foi um marco para a retomada do Turismo brasileiro. “Lá em 7 de setembro o brasileiro finalmente viu que está fazendo sua parte e já dava para voltar a viajar em segurança. Quem gosta de viajar está viajando, e os voos estão cheios.”
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA