Latam diminui operação em fevereiro, por causa da covid-19

|

Divulgação
Países fechados para voos do Brasil, aumento de casos de covid-19, cancelamento das festas de carnaval em todo o País... O cenário desfavorável levou a Latam a diminuir sua oferta aérea em fevereiro, em relação a janeiro deste ano.

A companhia informou que sua operação global para fevereiro alcançará 35% da sua capacidade em relação ao mesmo período do ano anterior. Em janeiro foi de 40%.

No Brasil, em comparação com fevereiro de 2020, a companhia vai operar 37% da capacidade, com 57% da oferta de voos domésticos antes da pandemia, com 360 voos diários, e 15% da sua capacidade internacional. No País, a Latam já voltou a atender 44 destinos nacionais. Em janeiro a operação doméstica chegou a 63% do pré-pandemia e a internacional havia alcançado 24%.

Ao todo, em fevereiro, o Grupo Latam (globalmente) prevê operar 680 voos diários domésticos e internacionais, atendendo 115 destinos em 16 países. Além disso, o transporte de cargas deve ter aumento de 20% na oferta em comparação com 2020, alcançando a marca de 1,1 mil voos no mês.

JANEIRO 2021
Em janeiro de 2021, sempre em comparação com o mesmo mês do ano anterior, a operação de passageiros do Grupo Latam Airlines alcançou 32,8% de RPK (assento por quilômetro voado) e 39,8% de ASK (assento por quilômetro disponível), resultando em uma diminuição de 14,9 pontos percentuais na taxa de ocupação, que ficou em 70,3%.

Nas operações de cargas, a taxa de ocupação foi de 60,4%, 10,1 pontos percentuais acima do registrado no mesmo período do ano anterior.

Estimativa Operacional do Grupo Latam Airlines para fevereiro de 2021




 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA