Lufthansa anuncia retorno ao Rio de Janeiro

|



Divulgação / Airbus
Lufthansa já vende os bilhetes da retomada do serviço Frankfurt-Rio de Janeiro
Lufthansa já vende os bilhetes da retomada do serviço Frankfurt-Rio de Janeiro
A Lufthansa voltará a voar de Frankfurt ao Rio de Janeiro a partir de 2 de junho deste ano. A companhia aérea alemã fará o serviço com um Airbus 340-300. O escritório brasileiro da empresa acaba de confirmar a informação.

Para a diretora de Vendas do Lufthansa Group no Brasil, Annette Taeuber, esta é mais uma prova da importância do Brasil para a companhia, que se consolida como um dos principais mercados globais para os alemães.

"O Lufthansa Group está comprometido em continuar conectando os dois países e, assim, possibilitar que passageiros que estejam autorizados a viajar possam fazê-lo com segurança e conveniência. Além disso, o prosseguimento ininterrupto das operações no País tem caráter fundamental para o transporte de cargas e para a manutenção das cadeias de suprimentos internacionais. Estamos especialmente entusiasmados em retomar nossa oferta de voos para clientes sediados no Rio de Janeiro e em poder, mesmo em tempos difíceis, ampliar nossa malha aérea", destaca Annette.

Divulgação
Annette Taeuber, diretora de Vendas do Lufthansa Group no Brasil
Annette Taeuber, diretora de Vendas do Lufthansa Group no Brasil
Vale lembrar que, apesar das fronteiras alemãs estarem fechadas para brasileiros que voam direto do País, o Grupo Lufthansa continua servindo o Brasil com Guarulhos-Frankfurt diariamente e Guarulhos-Zurique com a Swiss cinco vezes semanais. Foi uma das únicas aéreas internacionais a manter o serviço durante todo o período de pandemia. "Mesmo em seus momentos mais críticos, o Lufthansa Group continuou servindo ininterruptamente o mercado brasileiro", complementa a diretora.

CONFIANÇA NO VERÃO EUROPEU
O Lufthansa Group confia no avanço da vacinação ao redor do mundo, na obrigatoriedade de testes rápidos e confiáveis como requisito para a entrada em diversos países, além dos protocolos implementados por companhias aéreas e aeroportos para um reaquecimento próximo do setor.

No próximo verão no hemisfério norte, a empresa foca em destinos de lazer, como Caribe, Ilhas Canárias e Ilhas Gregas, além de outras cidades na Europa e África. Serão adicionados cerca de 20 novos destinos de férias partindo de Frankfurt e 13 a partir de Munique.

RESTRIÇÕES NOS VOOS DIRETOS
Desde janeiro, o Brasil - juntamente com outros países - foi enquadrado pelas autoridades alemãs no grupo de regiões consideradas de risco devido à detecção de variantes do coronavírus.

Em decorrência disso, restrições adicionais foram impostas ao ingresso de passageiros provenientes do Brasil na Alemanha; restrições estas que estão prorrogadas pelo menos até 17 de março, e podem ser estendidas novamente dependendo da evolução da situação nas próximas semanas.

Sendo assim, no momento só podem embarcar passageiros nos seguintes perfis:
- passageiros com cidadania alemã e seus parentes imediatos (pais, filhos, cônjuge ou companheiro de união estável), contanto que viajem juntos;
- passageiros com residência permanente comprovada na Alemanha ou
- passageiros de outras nacionalidades em trânsito na Alemanha com destino final fora da chamada “área Schengen” e da China Continental; desde que os mesmos não saiam da área de trânsito do aeroporto.

Além de assegurar uma limpeza cuidadosa e reforçar que todos os protocolos de segurança são cumpridos em todas as etapas da experiência em seu voo, a Lufthansa relembra que todos os passageiros autorizados a voar para/via Alemanha devem obrigatoriamente apresentar, no momento do embarque, um resultado negativo para o teste da covid-19. São aceitos testes RT-PCR, antígeno ou LAMP realizados de acordo com as diretrizes do Instituto Roberto Koch. A empresa reitera que tem convênio com o Hospital Alemão Oswaldo Cruz e com a unidade CR Diagnósticos instaladas no Aeroporto de Guarulhos.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA