Gol se mantém focada nas tendências globais de ESG

|

A Gol anunciou os resultados do primeiro trimestre deste ano, registrando um prejuízo de R$ 892 milhões. O período foi marcado pela transição entre uma recuperação na atividade do mercado de transporte aéreo doméstico, observado durante o período de alta temporada, para uma rápida deterioração nos níveis de demanda em função dos impactos da segunda onda da pandemia de covid-19.

Divulgação
Gol se mantém focada nas tendências globais de ESG
Gol se mantém focada nas tendências globais de ESG
Desta forma, a aérea adotou a mesma disciplina na gestão de sua capacidade, reduzindo sua oferta ao final de março, com o objetivo de proteger sua liquidez durante este período mais curto de desaceleração na demanda.

A companhia seguiu focando nas tendências globais de ESG, implementando uma política de sustentabilidade para orientar o estabelecimento de programas e estratégias ambientais, sociais e de governança em linha com o padrão do Sustainability Accounting Standards Board (SASB) para o setor de aviação civil.

Em março, a empresa completou dez anos de Padrão Ouro no Programa Brasileiro GHG Protocol, pelos esforços voluntários em medir, entender, buscar soluções e dar transparência ao impacto ambiental das operações. Adicionalmente, a Gol inaugurou uma seção específica sobre ESG em seu site de Relações com Investidores, com informações detalhadas sobre suas políticas, dados estatísticos e metas futuras que proporcionam uma visão clara sobre o engajamento da companhia e um guideline de como a Administração conduzirá seus negócios.

"Neste ambiente operacional desafiador para as empresas aéreas, o compromisso dessa indústria com as iniciativas ESG é fundamental. A companhia visa incentivar a indústria aérea a enfrentar as mudanças climáticas, a desigualdade social e as questões de governança, tornando-se mais sustentável, inclusiva e transparente.", diz o diretor vice-presidente de Operações, Celso Ferrer.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA