Azul: fluxo de passageiros cresceu 361% em maio, na comparação com 2020

|


PANROTAS / Da Redação
Ocupação das aeronaves da Azul em maio foi de 75%
Ocupação das aeronaves da Azul em maio foi de 75%
A Azul Linhas Aéreas divulgou os resultados preliminares da operações da empresa em maio. O dado consolidado de passageiros (RPKs), que une as movimentações doméstica e internacional, cresceu 361% em relação a maio do ano passado (quando o setor aéreo sentia de maneira mais intensa os efeitos da pandemia). A capacidade consolidada disponível (ASKs), por sua vez, apresentou subida de 337% utilizando a mesma base de comparação.

No quesito ocupação, também usando a comparação entre maio deste ano e maio do ano passado, o índice subiu de 71% para 75%. No mesmo mês em 2019, esse indicativo era de 84%

“Em maio, concentramos nossos esforços para gerenciar ativamente a capacidade de acordo com a demanda e continuamos a ver uma melhoria no tráfego doméstico de passageiros à medida em que a vacinação avança”, pontua o CEO da empresa, John Rodgerson. “O tamanho e a conectividade de nossa malha, combinados com a flexibilidade de nossa frota, fornecem uma capacidade única para capturar ao máximo os benefícios da recuperação da demanda e otimizar a rentabilidade dos nossos voos. Ao mesmo tempo, nosso negócio de logística Azul Cargo teve mais um mês de receita recorde, suportado por uma forte demanda da nossa malha internacional”, completa.

OUTROS DADOS
Nos dados que refletem a movimentação doméstica, a companhia cresceu 435% no tráfego de passageiros sobre maio de 2020. Na comparação com 2019, contudo, houve queda de 18%.

Ainda no doméstico, a capacidade disponível subiu 406% em realça a 2020 e caiu 13% ante ao oferecido em 2019.

No internacional o tráfego subiu 14% e a oferta teve alta de 56% na comparação com maio do ano passado. A ocupação média das aeronaves ficou em 46%. Em 2019, a taxa de assentos ocupados para viagens internacionais nesse mesmo período era de 87%.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA