Azul pretende operar 50 novas rotas durante o inverno

|

A Azul anunciou a intenção de operar 50 novas rotas para atender os clientes que quiserem viajar pelo País durante a alta temporada de inverno. Ao longo de julho, a companhia vai reforçar suas ligações para o Nordeste do Brasil, e os aeroportos de Campinas, Belo Horizonte, Santos Dumont, Recife, Salvador e Porto Seguro contarão com o maior volume de operações adicionais.

Divulgação
A Azul quer planeja oferecer 50 novas rotas para atender os clientes que quiserem viajar pelo país durante a alta temporada de inverno
A Azul quer planeja oferecer 50 novas rotas para atender os clientes que quiserem viajar pelo país durante a alta temporada de inverno
CIDADES COM MAIS FREQUÊNCIAS A PARTIR DE CAMPINAS (VCP)
Caldas Novas (GO), Fortaleza, Maceió, Natal, João Pessoa, Porto Seguro (BA), Salvador, Bonito (MS) e Rio de Janeiro, além de rotas novas para Cabo Frio (RJ), Sinop (MT), São Luís, Ilhéus (BA) e Vitória da Conquista (BA).

A PARTIR DE BELO HORIZONTE
Ilhéus (BA), Salvador, Porto Seguro (BA), Rio de Janeiro, Recife, Natal, Maceió e Salvador, além do retorno das frequências para Florianópolis, Cabo Frio (RJ), Foz do Iguaçu (PR) e João Pessoa.

A PARTIR DO RECIFE
Volta a ter ligação com Palmas, Cuiabá, Aracati (CE) e Uberlândia (MG), assim como mais opções a outras capitais nordestinas.

CGH-MCZ
A novidade da operação de inverno ficará por conta da rota inédita Congonhas-Maceió, que será operada diariamente com aeronaves modelo Airbus 320neo, para 174 passageiros.

“Estamos preparando uma alta temporada ainda mais focada em mercados de lazer do que em anos anteriores. Sabemos que as pessoas que têm viajado neste momento buscam reencontrar parentes e amigos já vacinados, aproveitar merecidos dias de folga em destinos turísticos de nosso País ou, ainda, se deslocar com toda a família para desfrutar do travel office. As cidades seguem com protocolos sanitários reforçados, nós continuamos adotando medidas rigorosas a bordo de nossas aeronaves e algumas regiões brasileiras já flexibilizaram a circulação de pessoas. Então, entendemos que este momento de julho pode ser favorável a um novo horizonte para nossos clientes”, destaca o gerente de Planejamento de Malha da Azul, Vitor Silva.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA