American cancela Manaus e prevê retomada dos diários em SP e RJ

|


Divulgação
Manaus deixará de ter voos diretos de e para Miami com a American Airlines. A medida é definitiva por parte da companhia aérea, que aponta o impacto da pandemia e a consequente falta de demanda como a razão para o cancelamento.

O voo entre Miami e Manaus já estava suspenso até 1º de novembro, mas a companhia oficializa que mesmo a partir desta data não tem previsão de voltar a operar na capital amazonense.

Ao mesmo tempo, Rio e São Paulo ganharão mais voos a partir de outubro. São Paulo volta a ter dois voos diários para Miami e os voos de Dallas e Nova York retornam a diários. O Rio-Miami também volta a ser diário.

A aposta é na reabertura de fronteiras, ainda sem data oficial do governo americano.

LEIA O COMUNICADO DA AMERICAN AIRLINES NA ÍNTEGRA:
“Devido à redução da demanda como resultado da pandemia COVID-19, tomamos a difícil decisão de suspender o serviço para Manaus (MAO) a partir de 2 de novembro de 2021. Estamos entrando em contato com os clientes que fizeram suas reservas nos voos afetados pela medida para oferecer novas alternativas.

Reforçamos nosso compromisso de mais de 30 anos com o mercado brasileiro e continuaremos atendendo o país com voos partindo de São Paulo e Rio de Janeiro. A partir de 7 de outubro, aumentaremos nosso serviço de São Paulo (GRU) para Miami (MIA) com uma frequência semanal de 14 voos. Além disso, nossas frequências GRU-Dallas/Fort Worth (DFW) e GRU-New York (JFK) passarão a ser diárias. Nosso atendimento do Rio de Janeiro (GIG) e MIA, que atualmente operamos três vezes por semana, também passará a ser diário.”
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA